Tandrilax® é Solução para Doenças Reumáticas

Idosa com reumatismo

O reumatismo só cresce: 15 milhões de brasileiros sofrem com algum tipo.

As chamadas doenças reumáticas, conhecidas popularmente apenas como reumatismo, são males que acometem um número de pessoas cada vez maior. Definidas como problemas nas articulações, músculos, ligações e tendões, elas antes eram comuns apenas em pessoas mais velhas, mas hoje já atingem quase 15 milhões de brasileiros, segundo aponta a Sociedade Brasileira de Reumatologia (SBR).

São no total aproximadamente 250 tipos diferentes de reumatismo, que podem surgir por diversos motivos, como anormalidades no sistema imunológico, acúmulo excessivo de ácido úrico e até mesmo o desgaste das articulações ao longo do tempo. Independentemente da causa, o que acontece é que a pessoa passa a sentir dores intensas, tornando, assim, o seu dia a dia incômodo e desconfortável.

As inflamações são efeitos comuns de alguns tipos de reumatismo. Isso porque, devido a alguma condição incomum, as membranas das articulações, músculos, ligações e tendões estão produzindo líquidos de alerta, para avisar a pessoa que algo está acontecendo. São inflamações que não têm nenhum histórico de lesão muscular, acidente mecânico ou trauma – fatores esses que também inflamam o corpo –, por isso são sintomas importantes que devem ser observados por algum médico especialista.

Os anti-inflamatórios, não à toa, são aliados tradicionais no controle e tratamento de várias doenças reumáticas. O Tandrilax®, medicamento produzido pela Aché, é uma opção bastante receitada por médicos nesse sentido, tendo em vista sua composição química eficiente e que ocasiona em graus menores de efeitos colaterais.

Substâncias combinadas em doses menores

Medicação

O Tandrilax® conta com substâncias diversas para múltiplos benefícios.

Diferentemente dos concorrentes, esse fármaco tem como diferencial o fato de ser elaborado com substâncias químicas em pequenas doses. Isso faz com que as vantagens e benefícios de compostos diferentes se aliem no tratamento do reumatismo, sem que seus malefícios sejam percebidos pelo corpo em virtude da baixa quantidade.

Dentre as substâncias com as quais o Tandrilax® é elaborado, há o carisoprodol, um relaxante muscular que reduz os edemas musculares decorrentes do reumatismo. Ele deixa os músculos menos contraídos e possibilita que eles voltem a ser utilizados e empregados de forma normal, sem limitações nem amarras.

No entanto, devido a sua função relaxante, o carisoprodol acaba deixando a pessoa sonolenta. Por isso, o medicamento da Aché também contém cafeína, que estimula o sistema nervoso central, deixando a pessoa em estado de alerta e corrigindo os efeitos de sedação causados pela outra substância. Além disso, a cafeína tem um efeito comprovadamente analgésico, ao evitar a fadiga muscular. Com isso, a pessoa tem seu desempenho melhorado, já que ela será estimulada tanto mentalmente quanto nos músculos.

E, por fim, o poder do remédio é ampliado com o diclofenaco-sódio e com o paracetamol, que atuam diretamente nos causadores químicos da inflamação. Eles inibem o surgimento do lipídio prostaglandina e da proteína cicloxigenase (COX), que são produzidos pelas células das membranas adoecidas. O paracetamol oferece ainda o controle térmico, o que significa que o medicamento tem capacidade de combater a febre, sintoma bastante comum em pessoas acometidas pelo reumatismo.

Outros usos

Mulher com dor

Devido a seu poder anti-inflamatório, ele pode ser usado para outros tipos de dor.

Devido a sua composição química, médicos também têm recomendado o Tandrilax® para outros fins. Ele pode ser um forte aliado em procedimentos pós-operatórios e ainda alivia as dores causadas por traumas muito fortes. Quadros infecciosos que propiciam o surgimento de inflamações geralmente recebem a ajuda desse medicamento, que atua paralelamente a antibióticos e desempenha sua função analgésica.

Contudo, tal como qualquer outro remédio, ele contém efeitos colaterais e, por isso, só pode ser receitado por um médico especialista. É esse profissional quem saberá da situação clínica de cada pessoa, de suas limitações e de seu histórico de doenças, logo ele poderá prescrever uma solução que traga muito mais benefícios do que malefícios.