Sinais de que você pode estar sofrendo de Transtorno de Ansiedade

O cotidiano é marcado, para muitas pessoas, pela correria, pelo estresse, pelo excesso de coisas a fazer, pelas obrigações, por ter de lidar com diferentes pessoas, entre outras situações. Essa rotina acelerada faz com que muita gente viva com o pensamento antecipado, ou seja, deixam de prestar atenção no presente pois preocupam-se com o que é preciso fazer amanhã. Diante de eventos importantes, a ansiedade é natural e possui uma função: fazer com que o indivíduo esteja preparado. Entretanto, quando essa preocupação aparece a qualquer momento, muitas vezes sendo desproporcional às situações, configura-se um quadro patológico, o transtorno de ansiedade.

Sinais de que você pode estar sofrendo de Transtorno de Ansiedade

Esse tipo de transtorno é um dos principais motivos que levam as pessoas a procurarem por psicólogos e psiquiatras df. É preciso ficar atento às emoções e aos sinais que a mente dá de que há algo de errado. Conheça esses sintomas:

Preocupação Excessiva e Medos Irracionais

As diferenças entre a ansiedade normal e o transtorno de ansiedade são o grau e a frequência das preocupações. Quando elas aparecem constantemente, causando muito sofrimento e atrapalhando as atividades diárias, há, provavelmente, um quadro de transtorno de ansiedade.

Além das preocupações, muitas pessoas manifestam medos diante de causas específicas, como voar de avião, cães, altura, entre outros. No entanto, quando esse medo é paralisante e desproporcional aos riscos que a situação oferece, também pode ser um sinal de ansiedade.

Insônia

Em consequência do item anterior, o pensamento recorrente mantém o organismo num estado de alerta, dificultando o processo de relaxamento que conduz ao sono profundo. Dificuldade em pegar no sono ou em mantê-lo por toda a noite é um sinal comum aos indivíduos que apresentam transtorno de ansiedade.

Tensão muscular

Os músculos também acabam sendo afetados pelo mecanismo que o corpo desenvolve para se manter alerta em casos de estresse e ansiedade. Punhos, mandíbula, músculos das costas e dos ombros costumam ser os mais afetados. Quando esses sintomas persistem por muito tempo, podem se tornar dores crônicas.

Problemas de Digestão

O intestino é um órgão muito afetado pelo psicológico. Quando há algum problema nesse sentido, o sistema digestório pode ser afetado, manifestando sintomas como cólicas, diarreia, inchaço, gases, dor de estômago e prisão de ventre.

Perfeccionismo

O medo exagerado de que algo de ruim aconteça o de que um evento planejado dê errado pode criar uma mentalidade obsessiva, o perfeccionismo. A intolerância aos próprios erros é comum em transtornos de ansiedade ou no Transtorno Obsessivo-Compulsivo (TOC).

Problemas Decorrentes

A ansiedade generalizada, quando não é devidamente tratada, pode desencadear outros problemas em paralelo. O TOC, por exemplo, é uma decorrência do perfeccionismo que a ansiedade provoca e leva as pessoas a certos rituais, como checar se as portas estão trancadas ou lavar as mãos com frequência exagerada.

O Transtorno do Pânico é também uma consequência da ansiedade, levada ao extremo. São episódios de poucos minutos, porém, com sintomas físicos intensos, como palpitação, respiração ofegante, sudorese intensa e dor de estômago.

Diante de tantos sinais e consequências desagradáveis, é essencial procurar os profissionais que possam orientar o indivíduo com transtorno de ansiedade, como psicólogos e psiquiatras df. Com o tratamento adequado, é possível restabelecer o equilíbrio e viver com mais qualidade.