Seu Colchão Diz: Boa noite!

O ser humano passa um terço da vida dormindo. Isso porque o sono é extremamente importante para o homem, pois ele influencia em suas condições físicas, psicológicas e sociais. É durante este período que as pessoas se recuperam dos desgastes causados durante o dia e repõem suas energias. Por isso, qualquer alteração ou irregularidade na quantidade e qualidade do sono traz consequências para as atividades diárias.

O Colchão e a Qualidade do Sono

O Colchão e a Qualidade do Sono

Dormir bem envolve duas questões: quantidade e qualidade.

A quantidade de horas dormidas varia de pessoa para pessoa. Existem algumas que após seis horas já estão completamente descansadas, já outras necessitam de um sono mais profundo e mais demorado para acordar bem disposto no outro dia.

Já a qualidade diz respeito a um elemento fundamental para o sono: o colchão. Um colchão inadequado é responsável por problemas, como torcicolos, dores de cabeça, na nuca, lombares e musculares. Essas dores afetam diretamente o sono e indiretamente a vida de qualquer pessoa, pois os efeitos podem aparecer depois de alguns anos de noites mal dormidas.

Por isso, é importante evitá-las. Para tanto, é imprescindível que a densidade, conforto e sustentação do colchão estejam adequados à altura e peso de quem vai usá-lo.

Outro detalhe importante e que deve ser observado é que qualquer colchão tem data de validade, assim como outros utensílios domésticos. O de espuma, por exemplo, dura cerca de cinco anos. O de mola, com os cuidados devidos, pode durar de 10 a 15 anos.

Após a validade os colchões podem apresentar deformações prejudiciais à estrutura do corpo, por isso é fundamental respeitar o tempo útil do produto.