Será que a “Tempestade Brasileira” volta a atacar em 2016?

Para os amantes do surf, o mês de março é o período mais aguardado por todos. Afinal, depois de longos dois meses sem competição, a temporada 2016 do WCT (World Championship Tour), enfim, terá o seu início. O circo da WSL (World Surf League) tem as suas 3 primeiras etapas acontecendo em praias australianas, sendo a primeira em Gold Coast e a segunda em Bells Beach, ambas do lado leste do país já nesse mês.

Se a ansiedade é grande em todo o planeta, imagina aqui no Brasil onde este ano de 2016 reserva muita emoção aos brasileiros, uma vez que serão ao todo 10 surfistas tupiniquins de um total de 39, que competem regularmente as 11 etapas do circuito profissional.

Para ajudar a torcida brasileira a controlar essa ansiedade pelo show de surf, de altas ondas e empurrar ou secar os adversários, a CS Claro proporciona aos fãs a chance de acompanhar todas as etapas, baterias e vitórias brasileiras com o canal fechado Espn+ incluso em seu pacote.

Promessa de uma grande temporada

O ano de 2015 foi sensacional para os brasileiros. A “Tempestade Brasileira”, termo usado para designar a trupe de surfistas do país, nos últimos anos e principalmente nas duas últimas temporadas, assombrou o planeta com conquistas e altas manobras, como o famoso aéreo de Felipe Toledo e Gabriel Medina, sendo este último o responsável por esse assombramento todo. Afinal, o surfista de Maresias, litoral norte de São Paulo, se tornou o primeiro brasileiro a conquistar o título mundial, em 2014, o que proporcionou o crescimento na paixão e interesse pelo esporte em todo o país, inclusive deste que os escreve.

A paixão aumentou ainda mais no ano passado, com o título de Adriano de Souza, o mineirinho mais paulista do Brasil. Natural do Guarujá, o paulista escancarou a supremacia brasileira no circuito. O segundo título do país e de forma seguida deixou uma dúvida em todos daqui e do resto do mundo: estaria começando uma dinastia tupiniquim no WCT? A resposta disso saberemos ao final do ano, mas que a nova temporada de 2016 promete muitas emoções e alegrias para o Brasil, isso não podemos duvidar.

Para saber o final desta história, de muitas ondas, quem sabe de vitórias para o Brasil e saber a resposta da pergunta feita acima, que para muito pode ser claro. Para isso, só a operadora com essa resposta, a CS Claro proporcionará a todos surfarem juntos com todos os surfistas brasileiros.

Brasileiros assombram o planeta.

Brasileiros assombram o planeta.

Brasil, o país do Surf

Com as atuações desastrosas de nossa seleção brasileira de futebol, nos últimos anos, uma nova modalidade vem ganhando muito espaço na mídia e interesse de todos, o surf. Por isso, muitos, inclusive eu, vêm se interessando mais pela modalidade do que pelo esporte número um do país. O que nos leva a pensar: será que o Brasil é agora o país do surf? Todos sabemos que o povo brasileiro gosta de ganhar, e o esporte com grandes vitórias, títulos e aquele que de certa forma recuperou o orgulho de uma nação, carente de conquistas internacionais em diversas modalidades, atualmente vem sendo o surf, por isso muitos especialistas e jornalistas esportivos dizem que o surf vem ganhando o coração dos brasileiros.

Para não ficar de fora e surfar nesta onda, a CS Claro percebeu este interesse crescente e está disponibilizando em seu pacote, no canal 72, para ninguém perder nada da temporada 2016 do WCT.

Programação das etapas e locais para ninguém perder essa onda

 

Primeira Etapa:

Quiksilver Pro Gold Coast (10-21 de Março).

Segunda Etapa:

Rip Curl Pro Bells Beach (24 de Março – 05 de Abril).

Terceira Etapa:

Drug Aware Margaret River Pro (08-19 de Abril).

Quarta Etapa:

Oi Rio Pro (10-21 de Maio).

Quinta Etapa:

Fiji Pro (05-17 de Junho).

Sexta Etapa:

J-Bay Open (06-17 de Julho).

Sétima Etapa:

Billabong Pro Tahiti (19-30 de Agosto).

Oitava Etapa:

Hurley Pro at Trestles (07-18 de Setembro).

Nona Etapa:

Quiksilver Pro France (04-15 de Outubro).

Décima Etapa:

Moche Rip Curl Pro Portugal (18-29 de Outubro).

Décima Primeira Etapa:

Billabong Pipe Masters (08-20 de Dezembro).