Ser Pai é Uma Missão

Somente os pais são capazes de descrever a sensação de presenciar o nascimento de um filho, alguns choram de alegria e misturam seus soluços ao choro do bebê,é muito emocionante ver aquele homenzarrão todo derretido com o filhinho no colo. Alguns pais testemunham que ter um filho foi e continua sendo a maior alegria de suas vidas.

Ser pai

Ser pai

Muitos pais sentem insegurança e ficam cheios de cuidados e de questões em relação ao filho e outros já saem da maternidade fazendo planos para o futuro do filho,tem os que querem participar de tudo,do banho,na troca de fralda e se realizam junto ao filho nas brincadeiras. Há pais que parecem fortões mas que desmaiam ao ver dar as vacinas no filho rsrs.

A paternidade é uma missão,não existe faculdade para ensinar a ser pai,ser pai não é profissão e não tem disciplina que precise ser cumprida para poder ser pai, porém é a missão que precisa ser exercida antes de todas as outras. O pai trabalha para sustentar o filho,procura se aprimorar nos estudos pensando no filho.

O pai que está consciente desta missão educa o filho para ser alguém de valor e seus sonhos estão voltados para futuro do filho,tudo que o pai faz ou sonha, o filho tem um lugar de destaque e muitas vezes é a prioridade neste sonho. O pai não se cansa de investir no seu filho, o seu amor pelo filho lhe dá forças para muitas vezes enfrentar qualquer tipo de trabalho, tem orgulho de poder trabalhar para dar o melhor a ele.

Temos casos de filhos rebeldes que não reconhecem o esforço feito pelo pai e vivem cobrando deles aquilo que não está ao seu alcance,porque quando se trata de bens materiais,os filhos são insaciáveis e querem sempre mais e não se contentam nunca,parecem um saco sem fundo. Muitas vezes é preciso pulso firme para dosar o instinto de consumo dos filhos.

O que importa mesmo é não esquecer o principal,que a é presença,o amor demonstrado nas brincadeiras juntos,os passeios que os filhos apreciam tanto. Há relato de pais que perdem o controle dos filhos porque perderam a amizade por se afogarem em tanto trabalho,e tudo pensando em dar coisas aos filhos.

Daí percebemos que os filhos não precisam tanto de bens materiais,precisam sim de muito afeto,de atenção,da presença do pai, para serem filhos felizes e realizados. Vale muito tirar um tempinho para fazer uma reflexão sobre o tipo de pai que você está sendo por mais doloroso que seja,fazer um esforço para mudar certas atitudes precisa fazer parte da vida,principalmente se perceber que a relação com o filho não anda das melhores.

Nunca se deve deixar o desgaste emocional por causa do peso da educação, tomar conta e atrapalhar a amizade entre pai e filho,pode acontecer de o zelo excessivo fazer os pais desviar a rota sem perceber que está perdendo a afinidade com o filho e quando se dá conta disso, muito tempo se passou e reatar o bom relacionamento com o filho fica mais difícil.

Muitos perguntam,o que fez de errado para receber o desprezo dos filhos,e não conseguem entender que foi muito rígido, talvez severo demasiadamente e fez muitas críticas ao filho,tudo no intuito de educar, e achando estar certo em tudo,só que o resultado mostra consequências desastrosas porque faltou ai um abraço,um elogio,um sorriso.

Para o pai ter certeza que não está errando na educação de seu filho ele precisa tomar como modelo,o Pai dos pais que é Deus rico em amor e misericórdia,cheio de ternura,acolhedor que instrui e perdoa sempre.