SEO Regional – Aprenda a Otimizar o Seu Site para Sua Região

Eu realmente adoro otimização, se eu pudesse colocar em escala comparativa: busca orgânica e links patrocinados, eu diria que amo otimização de sites em 100 para 1. Sabe porque? Porque o ROI é incomparável, o usuário clica muito mais (CTR) em resultados orgânicos, porque é como se o Google disse-se para ele. “Esta é a resposta que considero a melhor para sua pergunta”.

Mundialmente se consolida a posição de que os líderes de mercado são aqueles que ocupam as primeiras posições para as principais expressões do negócio na busca orgânica.

Mas este post não é para falar somente sobre a minha paixão, mas para gerar algum valor para que esta perdendo seu tempo lendo-o.

A bola da vez é a otimização regional, eu já escrevi bastante coisa criticando a forma com a qual o Google traduz a semântica de algumas expressões no Brasil e isto pode ser um grande problema para quem busca estar bem posicionado em expressões de caráter regional sobre as quais o Google Places não tem influência.

Neste momento é que o Google nos traz a ajuda através de um padrão da w3c ainda pouco utilizado de um modo geral, os micro-dados.

Através destes padrões de codificação, o Google consegue identificar áreas de código no site que trazem informações específicas sobre o objetivo da página, como autoria, localização física e opções de revisão, gerando desta forma, na busca orgânica, informações mas detalhadas para o usuário.

Analisem a imagem abaixo

Como vocês podem observar os resultados de de busca apresentados oferecem mais do que o snippet tradicional, informam opções de: podcast, possibilidade de avaliação do link pelo usuário, bem como um formato mais adequado para se ler uma notícia.

Além disto, podemos adicionar informações sobre a localização do estabelecimento, isto ajuda a influenciar na posição do site em expressões sobre as quais ele tem relevância em nível regional.
Reparem no exemplo abaixo da implementação dos microdados fornecidos pelo Google:

<div itemscope itemtype="http://data-vocabulary.org/Person">
   Meu nome é <span itemprop="name">Bob Smith</span>, 
  mas todos me chamam de <span itemprop="nickname">Smithy</span>.

  Moro em 
   <span itemprop="address" itemscope 
      itemtype="http://data-vocabulary.org/Address">
      <span itemprop="locality">Albuquerque</span>, 
      <span itemprop="region">Novo México</span> 
  </span>
      e trabalho como <span itemprop="title">engenheiro</span>
  na <span itemprop="affiliation">ACME Corp</span>.
</div>

Através desta declaração o autor da pagina esta se colocando em vantagem competitiva pela procura de Bob Smith em Albuquerque Novo México.

Quando criamos campanhas de links patrocinados institucionais reparamos na quantidade de informações que as pessoas digitam na busca mencionando a marca do cliente, mas sobre as quais o cliente não tem um bom posicionamento por ter junto da expressão digitada ,  palavras de caráter regional como estado, cidade, rua.

Como esta implementação dos micro-dados, este problema se resolve, fazendo com que profissionais liberais e negócios locais consigam se colocar em posição de vantagem em relação aos seus concorrentes.