Saiba o Que é a Neuropatia Diabética

Neuropatia diabética: um dos problemas causados pelo descontrole da diabetes

Diabéticos são grande parte da população mundial. A doença diabetes é causada por um descontrole da glicemia levando os portadores a precisarem descartar o açúcar de sua alimentação normal e muitas vezes ao consumo de insulina. Quando controlada a diabetes não torna-se um grande risco à vida dos pacientes portadores. No entanto, quando não é devidamente cuidada pode causar um quadro de difícil recuperação com uma série de complicações como por exemplo a neuropatia diabética.

Saiba o que é a neuropatia diabética

Saiba o que é a neuropatia diabética

O que é a neuropatia diabética?           

A neuropatia diabética é uma doença que atinge os nervos causada pelo diabetes descontrolado ou mal cuidado. Os pacientes neuropáticos têm dificuldade na transmissão dos impulsos cerebrais para os nervos, assim esta comunicação torna-se atrasada e lenta.

Quais os sintomas?

Os sintomas são variáveis de acordo com os nervos afetados e com o nível da complicação. São exemplos de complicações:

  1. Complicação sensitiva: atinge os nervos sensitivos e causa a queimação das pernas e pés assim como o formigamento destes. Também são responsáveis por dores nos locais e perda do equilíbrio.
  2. Complicação motora: atinge os nervos motores causando fraqueza e atrofia dos músculos.
  3. Complicação autonômica: tem como sintomas pressão baixa, secura da pele, distúrbios digestivos, impotência sexual, transpiração excessiva e traumatismo dos pelos.

Como diagnosticar o problema neuropático?

O diagnóstico é baseado nos sintomas sentidos pelo paciente e no exame físico. No exame o médico vai analisar o reflexo, a força dos músculos, a sensibilidade dos membros, entre outros.

Alguns exames direcionados aos problemas também são feitos quando os sintomas remetem a tal diagnóstico, tais como o Teste de blindagem, Estudo da Condução do Nervo, Eletromiografia, Ultra-som e Biopsia do Nervo.

Tratamento para o problema                  

O tratamento para a neuropatia visa aliviar as dores e o desconforto e proteger os tecidos de novos danos (que deixam os nervos totalmente sensibilizados).

  • 1º passo: Controlar o açúcar no sangue por meio de dieta, medicamentos ou mesmo insulina.
  • 2º passo: Cuidado com os pés e pernas por meio de fisioterapia, medicamentos e outras maneiras de recuperar o equilíbrio.

Alívio das dores

São indicados analgésicos e drogas específicas para o alívio da dor. Estes medicamentos são caros e em casos de medicação continuada alguns laboratórios fornecem descontos para os pacientes.

Os pacientes com neuropatia tendem a ficar deprimidos devido à grande quantidade de dor que sentem e em tempo integral. Isto pode também causar nestes insônia e irritabilidade excessiva. Assim, é ideal que procurem um psiquiatra e façam um tratamento à base de antidepressivos.

A fisioterapia em plataforma vibratória também é essencial para o fortalecimento dos nervos. Além disso há a possibilidade de se recorrer a terapias alternativas como acupuntura, hipnose, relaxamento e massagem.

O papel da família

Os pacientes com tal problema tornam-se muito dependentes da família, tanto para caminhar nas ruas (amparando-os, pois o equilíbrio fica completamente ameaçado), quanto no controle da alimentação correta e na dedicação que precisam nos momentos de dor.

Uma família bem preparada e informada sobre a neuropatia, tem uma grande facilidade para lidar com o problema e ser apoio e conforto para o doente em todos os momentos em que ele se sentir mais vulnerável. Afinal, passar por este problema não é nem um pouco fácil.