Ronaldo Fenômeno – Uma Lição De Vida

O  dia 23 de setembro de 1976 marcou a data do nascimento de um dos maiores ícones da história do futebol brasileiro e mundial,  ícone esse que durante a sua brilhante temporada no Barcelona recebeu carinhosamente  o  apelido de  “Fenômeno”.  E o dia 07 de junho de 2011, por sua vez, também ficará marcado  como a data em que Ronaldo Fenômeno despediu-se do futebol, defendendo pela última vez a camisa da seleção brasileira.

Assim foi o jogador Ronaldo  Fenômeno,  durante os 18 anos em que desfilou seu talento pelos gramados dos grandes estádios do mundo; um jogador capaz de proezas incríveis dentro e fora das quatro linhas. E podemos citar, entre  as suas  inúmeras  proezas dentro das quatro linhas:

1º  No Cruzeiro, com apenas 16 anos, profissionalizou-se, já se revelando um jogador acima da média.

2º   Foi o artilheiro do campeonato mineiro, aos 17 anos de idade, marcando 21 gols – o suficiente para  ele garantir uma vaga na seleção brasileira que disputou e ganhou a Copa do Mundo nos Estados Unidos, em  1994.

3º  Por três vezes  ele foi escolhido pela Fifa ( entidade máxima do futebol ) o melhor jogador do planeta.

4º  Com os seus 15 gols marcados em Copas do Mundo, ele se tornou o maior artilheiro da história dos mundiais.

E que dizer de suas proezas fora das quatro linhas? Bem, podemos destacar uma que se tornou a sua marca registrada nos momentos de adversidade, a saber, a sua capacidade de superação. Afinal, que não se lembra daquelas duas graves contusões no joelho que quase ameaçaram a carreira do Fenômeno? Ele não só deu a volta por cima, driblando a desconfiança de muitos, como também se superou dentro das quatro linhas, como aconteceu na Copa do Mundo de 2002, na Coréia do Sul e Japão, quando ele se tornou o  grande artilheiro da competição,  na conquista do pentacampeonato mundial, apesar de ter sido considerado quase  uma carta fora do baralho. É por isso que as palavras do célebre pensador Horácio se encaixam como uma luva na trajetória da vida desse grande jogador: “ A adversidade desperta em nós capacidades que, em circunstâncias favoráveis, teriam ficado adormecidas”. E foi assim no seu caso.

Em resumo: Ronaldo soube, como poucas estrelas do esporte, não só nos encantar com seu futebol, mas também nos ensinar, pelo seu próprio exemplo de vida, a nunca desistir dos nossos sonhos por mais difíceis que eles pareçam ser.