Recursos Humanos

Direito administrativo

Direito administrativo

O setor de Recursos Humanos deixou de ser apenas um departamento de pessoal, passando a ser personagem principal no que tange a transformação dentro da empresa. Recentemente este setor atuava de maneira mecânica, onde havia uma visão de que bom e eficiente era aquele empregado que agia de modo sempre obediente, executando sua tarefa sem questionar, sendo assim havia um controle centralizado.

Atualmente este cenário sofreu modificações. Os funcionários passaram a ser chamados de colaboradores e os chefes de gestores.

Acreditamos que podemos afirma que gerir pessoas não é mais um fator de uma visão pré-moldada, sistemática, metódica, ou mesmo sinônimo de controle, tarefa e obediência. Ou seja, é discutir e entender o disparate entre as técnicas tidas como arcaicas e rígidas com as modernas, em conjunto com a gestão da participação e da aquisição do conhecimento. A visão da gestão de pessoal é a valorização da mão-de-obra e do ser humano, diferentemente do departamento de Recursos Humanos que atuava com base na técnica e o mecanicismo do profissional.

Lidar com pessoas não é uma tarefa simples, pois estamos falando de seres com as mais diferentes particularidades, ou seja, tal tratamento exige cautela e conhecimento. O homem é um ser que age de acordo com o meio em que vive. Assim, entendendo que o trabalho é o lugar onde as pessoas passam a maior parte do tempo, fica simples entender que é o local onde comportamento pode sofrer maior oscilação, revelando assim diversas particularidades individuais. As organizações são favoráveis a intervir neste comportamento organizacional (CO), por exemplo, através de ações de motivação ou mesmo tornando o canal de comunicação eficaz.

É preciso então que o setor de recursos humanos compreenda bem como lidar com os colaboradores, mas também é necessário ter uma atenção nas questões administrativas. o conhecimento adequado de Direito Administrativo por parte do Recursos Humanos fará bem a todos, principalmente no que tange a empresa. Permitirá que esta seja mais bem organizada, melhor gerenciada e evitará certos problemas jurídicos. Portanto, é interessante fazer parcerias com algumas instituições para capacitar os funcionários do Recursos Humanos, no que tange a aprendizagem de questões jurídicas administrativas.