Para Muitos, Um Terror. Para os Dedicados, Um Amor: Engenharia Civil

Engenharia Civil

Engenharia Civil

Entrar para a faculdade é o sonho de todo jovem, poder cursar o que sempre sonhou é melhor ainda. Porém, quando iniciam a faculdade, tudo é facil, tudo é tranquilo. A Engenharia Civil, por ser uma das áreas que mais vem crescendo nos últimos anos, consequentemente é a que mais atrai os jovens.

O que são flores após a aprovação no vestibular, vira uma batalha na faculdade. Como em todas as engenharias, a civil é um curso bem puxado, pois envolve muita matemática, física e também um pouco de química.  É difícil uma matéria que não tenha cálculo, isso, faz com que muita gente desista do curso logo nos primeiros períodos.

Na realidade, o curso só se torna impossível para aquelas pessoas que não correm atrás, que não se dedicam. Com muito esforço, a faculdade vai se tornando menos complicada. Entre tantas dificuldades, os jovens que buscaram o curso por amor, vão entendendo que realmente é aquilo que buscavam, que é aquele o foco deles. As matérias mais gostosas de se estudar, estão na metade e no fim do curso, como fundações, estruturas de concreto, instalações elétricas e hidráulicas, estradas, pontes, entre outras. Após muita dedicação e esforço, os jovens que se formam enfrentam outra batalha: a de conseguir experiência necessária, para ser um bom profissional.

Isso acontece, porquê na maioria das vezes, a faculdade mesmo que seja muito boa, não oferece tanto conteúdo prático para os alunos, que saem dali, só com a teoria na cabeça. O melhor caminho são os estágios em construtoras, principalmente aquelas de grande porte, que fazem obras de vários pavimentos. A tecnologia vem ajudando cada vez mais os profissionais, e para os engenheiros civis, não é diferente. Programas como Autocad, MS project, Eberick, Hidrocad, entre outros, fazem com que o profissional ganhe mais tempo em cada projeto, e mais segurança, pois assim como a matemática, esses programas são muito exatos, nos quesitos de desenhos e cálculos.

O Eberick por exemplo, programa que faz cálculos estruturais, te dá mais exatidão na hora de calcular os esforços, cargas e dimensionamento de fundações, vigas, pilares, lajes, entre outras partes estruturais. Além disso, o programa facilita e adianta o projeto, pois basta você lançar a planta baixa feita em Autocad, que o programa já vai locando as estruturas. O programa também possui em CAD próprio, no qual você pode converter escalas dos projetos feitos no Autocad. Não tem sensação melhor, do que você projetar algo, e pouco tempo depois, ver o projeto tomar “forma”. Só quem conhece bem a arte de projetar, pode explicar essa sensação.