O Que é Dermatite e Como Tratá-la

Quando se tem filhos, muitos pais começam a torcer para que eles não tenham alergias. Quem já teve um bebê sabe que é bastante comum eles terem reações alérgicas por causa de fraldas, por exemplo. Noutras vezes ocorre pelo contato com alguma substância e já cheguei a ver quem tivesse hipersensibilidade ao frio. Bastava tomar uma brisa gelada para que aparecessem vergões na pele chegando ao inchaço. Neste artigo veremos o que é a dermatite e em como os assuntos apresentados nesta introdução se relacionam.

Em que consiste uma dermatite?

Dermatite é um termo genérico que designa qualquer processo inflamatório na pele.

O que faz com que uma dermatite tenha sua origem alérgica?

A sintomatologia de qualquer reação alérgica depende do lugar onde se encontram localizados os anticorpos específicos. Por exemplo, se estão nos brônquios e unem-se a algum antígeno procedente do exterior, produzem asma, que é uma das doenças alérgicas mais frequentes.

Então a dermatite alérgica produz-se quando os anticorpos específicos encontram-se na pele.

Assim é. Se os anticorpos específicos encontram-se nas camadas internas dos capilares cutâneos, produzem dermatite alérgica em forma de crise de urticária, se pelo contrário, encontram-se nas células epidérmicas em forma de eczema. Sua morfologia, intensidade, duração e curso clínico
dependem, de grande forma, na causa determinante da dermatite e da natureza da pele.

Que substâncias podem produzir a dermatite?

Muitas e várias. Podem ser os produtos químicos utilizados na indústria, os produtos alimentícios (alguns peixes ou mariscos, chocolate, chá, certos frutos), os aditivos ou colorantes utilizados na indústria de alimentos, o pelo, as plumas ou caspa de animais domésticos, o pó das casas, o pólen das plantas, lãs, cosméticos, sabões, etc.

É verdade que alguns medicamentos podem produzir esta doença?

Sim, podem produzi-la antibióticos como a penicilina, medicamentos contra a tosse como a teofilina, inclusive uma simples aspirina.

É uma doença dolorosa?

Não é dolorosa, mas incómoda, já que tanto a urticária como o eczema costumam originar um prurido muito intenso. No entanto, há casos de dermatite alérgica que não produzem ardência.

Que casos são estes?

São aqueles, por sorte pouco frequentes, em que aparecem bruscamente umas placas edematosas localizadas em lugares que podem causar sérias complicações. Entre elas destaca-se o edema de Quincke, cujas placas atacam a região das pálpebras.

Demora muito para aparecer a dermatite alérgica?

Pode apresentar-se com grande rapidez ou demorar algum tempo, uma vez que a substância absorvida não é a causa direta da doença, mas esta se deve a uma substância derivada ou a um metabolito (produto de sua degradação no interior do organismo). Nestes casos, seu surgimento é mais tardio.

É hereditária?

Não, mas é mais frequente em filhos de pais que sofrem de qualquer tipo de alergia.

Que parte do corpo costuma afetar particularmente?

A urticária pode aparecer em qualquer parte do corpo. O eczema, no entanto, é mais frequente nas dobras de flexão, especialmente os cotovelos e joelhos no lado lateral do pescoço na parte interna da coxa e na união do pé com a perna.

Pode associar-se a outras doenças?

Pode aparecer associada a qualquer tipo de doença alérgica, já que a dermatite não é mais que uma das muitas manifestações que podem produzir os fenómenos alérgicos.

É verdade que algumas vezes relaciona-se a problemas emocionais?

Com efeito, especialmente em pessoas adultas, nas que pode apresentar-se, por exemplo, depois de um fracasso do tipo econômico ou profissional. Produz-se também em mulheres com problemas familiares ou sexuais. Neste caso costuma falhar qualquer tipo de terapêutica.

Pode afetar a crianças recém-nascidas?

Existe um tipo de dermatite alérgica, o eczema alérgica constitucional ou eczema do lactente, que aparece por volta dos 2 meses de idade e que costuma curar-se acima dos 18 meses ou 2 anos.

A que se deve?

Deve-se a sua origem a fatores genéticos. Trata-se, portanto, de uma doença atópica, que pode apresentar-se também entre os 4 e 10 anos, na adolescência e na idade adulta.

Que característica apresenta?

Caracteriza-se pela presença de pápulas edematosas que causam grande prurido e produzem muitas alterações secundárias, porque o paciente não pode evitar de coçar-se.

Que prognóstico geral tem a dermatite alérgica?

Em geral tem um prognóstico bom, pois, apesar de tratar-se de uma doença crônica, sua incidência costuma diminuir com a idade.