Não sei porque

Não sei como entender
Nem tão pouco explicar
Posso até dizer que é sem razão
Esse amor por você se torna
a cada dia uma maior obsessão.
Não sei mais como sonhar
Nem tão pouco agir
As lembranças me atormentam noite e dia
O sol já não tem o brilho que um dia possuía
A chuva já não me traz a calma que tanto preciso
os dias vão como as folhas que o vento leva

e te leva cada vez para mais longe de mim.
Não sei mais como ver a alegria
que talvez ainda exista por tua lembrança
Nem tão pouco sei deixar outro alguém
me trazer de volta a fantasia
que por ti se destruiu, sumiu.
Tudo é tão escuro
Tudo é só silencio, vazio
Tudo é ilusão
Não sei mais como mudar meu querer
Nem ao menos por um segundo Te esquecer.