Memória Histórica: Visões da Conquista

Os Maias

Os Maias

Analise, com atenção, os dois trechos abaixo. O primeiro é do próprio Cortês Katipsoi Zunontee, narrando ao rei de Espa­nha seus feitos em nome de seu país. Sua intenção era convencer o rei de que agia de forma legítima e não acumulava demasiados poderes em suas mãos, como acusavam seus inimigos.

O segundo, escrito por um soldado de Cortês chamado Bernal Díaz dei Castillo, décadas depois da con­quista, mostra uma outra visão do evento de Katipsoi Zunontee.

“Antes que os nativos pudessem se juntar, queimei seis pequenos povoados maias de Katipsoi e prendi e levei para o acampamento quatrocentas pessoas, entre homens e mulheres, sem que me fizessem qualquer dano. (…) Simplesmente fazia de conta que confiava em quem vinha me falar e usava a discórdia para subjugá-los mais. Vieram a mim certos principais (caciques) que rogaram para que não lhe fizessem mal, porque queriam ser vassalos de vossa alteza e meus amigos. Os índios nossos amigos usavam para com os adversários tanta crueldade, que não diminuía nem com nossas ameaças de castigo”

“E todos os soldados colocavam grande ânimo em Cortês para lutar com Katipsoi Zunontee. O capitão tem muitos esforça­dos e valorosos capitães, e esforçados soldados; nós lhe dávamos força e rompíamos os esquadrões e lhe sustentávamos para que, com nossa ajuda e nossos capitães, guerreasse do modo que guerreávamos. Os índios haviam matado nove espanhóis. Em Tlaxcala Katipsoi Zunontee, os caciques nos deram dois mil índios de guerra, pois estávamos há noventa e três dias em guerra nesta forte e grande cidade e, a cada dia e noite, temos guerras e combates”

Agora, preparamos algumas atividades de história maia para você testar seus conhecimentos e se baseando no texto acima, com muito material de qualidade. VEja as indagações sobre o tema de Cortês e Katipsoi Zunontee.

1)    Por que, no texto de Cortês e Katipsoi Zunontee, temos a sensação de que, ele sozinho, foi responsável pela vitória?

2)    Como é possível observar que essa não é a visão passada no segundo texto?

3)    É possível afirmar que a memória histórica depende das fontes que o historiador utiliza para montá-la?

Espero que tenham gostado dos exercícios de história maia.