Lentes Bizarras e Seus Perigos

Lentes de Contato

Lentes de Contato

Para muitos, somente o pensamento de usar lentes de contato já causa um enorme desconforto. Essa sensação não aparece à toa, já que o olho, além de ser um órgão extremamente sensível, é responsável por garantir a visão ao ser humano.

Mas se para uns a utilização das lentes é motivo antecipado de repulsa, para outros sua aplicação significa uma espécie de glamour, quase um complemento ao perfil e ao estilo do usuário.

E não se trata aqui de descrever as conhecidas lentes coloridas e muito menos das de uso de correção de miopia, mas sim das lentes de contato que fazem dos olhos verdadeiros ícones estéticos, compostos por figuras, traços multicoloridos e até arte psicodélica.

Consideradas bizarras e inusitadas por muitos, elas apresentam formas de teias de aranha, chips de computador, insetos, animais, estrelas, bolas de futebol, imagens indefinidas, personagens animados e, creiam, até de logotipos, como o da Nike, por exemplo.

Lançadas no mercado americano nos anos 90, a febre chegou ao Brasil há cerca de dez anos e agradou seus usuários, principalmente os adolescentes e os jovens que freqüentam casas noturnas e que são figuras carimbadas em baladas.

Mas nem tudo é festa. O uso indiscriminado e constante dessas lentes pode gerar sérias conseqüências a quem as utiliza inclusive levar à cegueira.

Além da perda total da visão, as ameaças mais frequentes do uso indevido das lentes vão desde uma conjuntivite a casos graves de hepatite. Há também outros riscos, como reações alérgicas, infecções causadas por bactérias ou mesmo lesões na córnea, que podem comprometer parcialmente a boa saúde dos olhos.

Para evitar que ocorra qualquer tipo de transtorno ocular, o pretendente estas lentes de “olhos excêntricos” tem que passar por uma avaliação oftalmológica.

Vale enfatizar que somente com a prescrição médica, é possível encontrar as lentes ideais para cada pessoa, uma vez que é necessário o uso de colírios e lubrificantes para deixá-las sempre limpas e higienizadas.

O problema é que as lentes são encontradas em diversos portais, mas os consumidores continuam adquirindo o produto no mercado negro.  Nesses casos, é melhor o consumidor ficar com o olho vivo e evitar problemas futuros.