Jovens no Mercado de Trabalho

Jovens no mercado de trabalho

Jovens no mercado de trabalho

Possamos pensar na nossa juventude brasileira de uma maneira diferente. A forma com que é conduzida a vida de nossos jovens até seu ingresso no mercado de trabalho, é essencial para a formação de um bom trabalhador. Com pesquisas e dados podemos ter o melhor conhecimento de como estão sendo preparados nossos jovens para o “mundo do trabalho”.

Pesquise com dez jovens qual a carreira que querem seguir, nove responderão mais de uma alternativa ou até mesmo nenhuma. Os jovens que optam por cursos profissionalizantes para adequar-se e aperfeiçoar-se em sua profissão, na maioria das vezes começam estes cursos em um período considerado tardio, logo que um curso profissionalizante tenha em média dois anos de duração. Por isso acabam encontrando maiores dificuldades para ingressar na área desejada e por muitas vezes acabam desistindo da área que haviam se especializado.

Temos também dentre estes jovens indecisos, aqueles que decidem não se aperfeiçoar em área alguma, mas não abrem mão de iniciar com a profissão desejada. Estes encontram problemas para ingressar no mercado pela falta de qualidade. São exigentes até o ponto que a necessidade  aparece e eles tem de ceder ao inevitável entrando em áreas contrárias de seus objetivos iniciais.

Os pais podem ser a solução para estes problemas, levando seus filhos desde crianças para visitas a seu trabalho, com jogos educativos ou até mesmo inscrevendo-os  em cursos especificos para este fim. A motivação desde cedo vira a solução dos problemas no futuro, pois quanto mais cedo adrentarem o mercado de trabalho mais rapidamente poderão chegar nos cargos desejados e até mesmo aperfeiçoar-se nas áreas escolhidas.