DIRETOR – MARTYN BURKE

Sempre tive por Bill Gates uma grande admiração, pois penso que foi um dos homens que revolucionou o mundo no século XX, colocando ao dispor da maioria, um sistema operativo inovador, eficaz, fácil de utilizar, com um grande número de aplicações, algumas sem opção no seu gênero, como o Excel, por exemplo; democratizou o acesso aos computadores. Transformou algo de “inacessível” no passado, numa ferramenta de trabalho eficaz, acessível, ao alcance de todos e sem a qual, não saberíamos viver atualmente. A microinformática mudou profundamente o mundo.

Filme - Piratas do Vale do Silício

Filme - Piratas do Vale do Silício

Quase todas as atividades humanas têm alguma relação com microinformática. E é essa a história do início da microinformática é a contada nesse filme, e muito interessante. O filme Piratas do Vale do Silício (Pirates of Silicon Valley) mostra a história de dois rapazes Bill Gates e Steve Jobs, jovens estes que estavam muito a frente do seu tempo, e sempre acreditaram nos seus sonhos e seguiram com muita coragem e confiança, fundaram as respectivas Microsoft e Apple, e como até hoje a concorrência existe, e o filme mostra isso também, a concorrência entre os dois para ver quem chegava primeiro e as estratégias que utilizaram para criarem suas empresas, mesmo para quem não gosta muito de informática, consegue prender a atenção. Impressionante ver o quão idéias retrógradas e descrédito para com o novo podem arruinar um império, um fato esse que me chamou atenção, para não esquecermos em nossa vida profissional. Quando Paul Allen apresentou o DOS como potencial sistema operacional a IBM-PC, um executivo da IBM menosprezou o produto, disse que o lucro está no hardware, e não no software.

Com o conhecimento livre, os profissionais e estudantes de informática finalmente passaram a ter acesso a códigos de programação de alto-nível que em outras épocas ele só teria a oportunidade de estudar se trabalhasse numa grande empresa. Vivendo no mundo da informação o estudante passa a ter a oportunidade de se tornar um grande profissional antes mesmo de se formar numa universidade por exemplo.

Também me trouxe aprendizado o comportamento de Steve Jobs, que prova que pessoas com comportamento inadequado além de prejudicar a si, prejudicam grandes empresas e seus funcionários, a inteligência dele e de pessoas com esse tipo de atitude desvaloriza qualquer potencial, por se achar superior, humilhar, explorar, gastar demais enfim muitos adjetivos negativos para um adjetivo construtivo que ele possui a inteligência e que se perdeu diante de seu comportamento… Enquanto Bill Gates com seu ar de bom menino simplório ganhou o mundo com sua fala tranquila, aparentemente calmo e despreocupado, vence e só faltou dizer “quem ri por ultimo ri melhor”!

Mas o mundo muda junto com a informática, e a Microsoft também acredito pelo que tenho lido mudara; eles sabem que não poderão impor ao mercado o modelo de negocio que tem, pelo menos não por muito tempo, sendo assim eles tentarão ganhar o máximo de tempo e dinheiro fazendo muita propaganda, promoções, e até “perdendo negócios” para que continuem com sua presença nestes segmentos. É inegável a importância do Linux e a força com que vem ganhando espaço.

Não concordo com Steve quando diz: – que bons artistas copiam e grandes artistas roubam! Mas sempre ouvi dizer que na vida, toda “disputa” que vise o avanço de algum setor do conhecimento humano, acaba sendo importante e saudável para todos. Da Vinci, o imortal pintor, inventor e Sábio tinha lá suas rivalidades com Michelangelo e quem ganhou ao final? A Humanidade. Essa “rivalidade” que nos impulsiona como profissionais e seres humanos, essa é a que importa… Infelizmente, o que se passa no mundo dito “moderno” chama-se competição, guerra de egos, aí, a atitude deprecia, se degenera e todos perdem.
Na história da humanidade os conhecimentos valiosos e produções artísticas mostraram essência e beleza para quem sabe dar valor para quem possue.

Negócios são baseados na distribuição do conhecimento, incluindo os produtores de programas que vendem os artigos de informação da mesma forma como os produtos de consumo: o “software de proprietário”. A internet em si nos proporciona a possibilidade de adquirir conhecimento (benéfico ou maléfico) numa velocidade espantosa. Apenas com poucos cliques podemos aprender desde a configurar servidores até cozinhar, estudar, mas o que tenho certeza é que Ciência, Arte, Tecnologia e Medicina, uma UNIÃO importante que nos impulsiona a lutar pela concretização de sonhos!

A Informática veio para ficar e seus pioneiros, mesmo com suas falhas, estão nos deixando uma fabulosa herança que poderá ser aperfeiçoada, onde finalmente os mais inteligentes ganham o respeito.