Faça Limpeza Regular no Radiador

Parte vital de um carro, assim pode-se definir o radiador! Sem ele não teríamos, de forma alguma, o desempenho que hoje existe por um motivo muito simples. Os motores não poderiam ter tanto giro, produzir tanto calor. É para isso que serve esta peça que muitos não agregam uma preocupação preventiva. Sem ele, o motor do carro só funciona até o superaquecimento fundir as partes móveis com as não-móveis.

Limpeza Regular no Radiador

Limpeza Regular no Radiador

É incrível, já que o sistema é relativamente simples e evita que as ligas metálicas usadas atinjam uma temperatura inviável para o trabalho da máquina. Os tubos por onde passam a água de arrefecimento são interconectados por mangueiras de borracha. É um circuito fechado e que tem início no reservatório de água. Quem faz o resfriamento da água que circula por esse sistema fechado é o radiador que tem acoplado em si, uma ventoinha.

Não deixe a água ficar escura dentro do sistema

Quando perceber que o sistema está apresentando na água uma coloração escurecida, com uma aparência de ferrugem, significa que as partes internas estão começando a apresentar desgaste. Entretanto é importantíssimo fazer a retirada total da água do sistema para que esse não seja amplificado o processo degenerativo das partes. Mangueiras também devem ser vistas, já que conforme o tempo vai passando elas vão ressecando.

Uma vez que ocorre o rompimento de uma mangueira, há o vazamento da água e consequentemente aumento da temperatura do motor, o que pode gerar diversos problemas. Entretanto, quando o rompimento acontece nas partes metálicas, ou seja, nos tubos, há um imenso problema. A água passa a entrar no motor e o superaquecimento passa a ser crônico e a necessidade de uma retífica é indispensável. É um problema tão sério ou ainda mais do que quando há um vazamento de óleo.

Atenção à bomba d’água!

A peça responsável por dar movimento a este sistema hidráulico é a bomba d’água. É um mecanismo acoplado às polias do motor e que internamente apresentam pás que fazem esta água circular, havendo assim, troca de calor. Quando há uma falta de manutenção e partículas de ferrugem passando a agir sobre esta peça, o rolamento dela começa a ficar pesado e, posteriormente, há uma perda de eficiência e consequentemente travamento dela, o que também gera superaquecimento.