Estuda da Administração no Direito

img_apresentacao

O Direito Administrativo  nada mais é do que um ramo considerado autônomo do direito público interno, este que acaba se concentrando nos estudos da Administração pública bem como as atividades dos seus integrantes. Este tipo de disciplina deverá ter como objetos principais os órgãos, bem como as entidades além de agentes e várias outras atividades públicas.

Com isto, a sua meta é equivalente a uma sistematização dos fins considerados desejados pelo Estado, ou seja, todo o interesse público que é regrado através dos princípios de legalidade. E com isto tudo deverá se referir diretamente as áreas de Administração pública bem como a relação entre os administradores e seus devidos servidores regrados e estudados pelo chamado Direito Administrativo

As ramificações do Direito Administrativo

O Direito Administrativo ainda deverá integrar completamente os amos de Direito Público onde a principal característica podemos encontrar no fato de haver uma possível desigualdade jurídica entre cada uma das partes que são envolvidas. E de um lado a Administração Pública deverá ainda defender todos os interesses coletivos de outro o considerado particular.

Além disto havendo diversos conflitos entre estes determinados interesses, haverá de permanecer todo o sistema de coletividade que é representado através da Administração pública. Isto através tanto do Direito Público, bem como a Administração pública que irá encontrar sempre em um determinado patamar superior ao particular, e ainda diferentemente do que é o chamado Direito Privado onde existem partes em igualdades de condições.

Podemos citar que o Direito Administrativo acabou nascendo ao final do século XVIII com uma forte influência do direito francês, este que foi um grande inovador em todo o regramento de matérias consideradas correlatas a Administração pública. Aqui no Brasil por exemplo a República Federativa do Brasil é formada através da união considerada indissolúvel dos Estados bem como dos Municípios e ainda do Distrito Federal.

Através do Direito Brasileiro é possível se sentir uma falta de um código que possa reunir todas as leis consideradas esparsas e ainda que tratam os ramos de Direito Administrativo, este tipo de estudo é realizado através de uma doutrina e também das análises de cada uma das leis esparsas, bem como a Constituição.