Eletrônicos Portáteis

Parece que finalmente o Brasil começa a ter algumas opções quando o assunto é aparelhos eletrônicos portáteis. Apesar dos preços ainda serem salgados, já conseguimos encontrar alguma coisa que antigamente só se encontrava no Paraguai com qualidade duvidosa ou os tão sonhados produtos dos EUA.

O objetivo deste post não é para falar especificamente de um produto, mas sim dar algumas dicas do que é importante ter em conta na hora de comprar um gadget como por exemplo televisores portáteis.

Como a grande maioria das marcas à venda vêm do exterior, o consumidor deve procurar se certificar se esta marca tem algum representante credível no Brasil, e de preferência em sua região. Como o Brasil é muito grande, a maioria dos representantes estão em São Paulo ou Rio de Janeiro, o que já é uma grande vantagem pois alguns “representantes” não têm nada que se pareça com uma representação de verdade.

Verifique se além da representação há também alguma assistência técnica autorizada. Procure entrar em contato com essa assistência técnica antes de comprar o aparelho em questão. Isto é para se certificar que realmente existem.

Faça uma boa pesquisa de preços e pense bem se vale a pena economizar alguns Reais em troca de uma marca desconhecida. Muitas vezes vale mais a pena gastar mais por algo de reconhecido valor e qualidade do que simplesmente comprar marcas sem os mínimos padrões de qualidade.

Procure obter referências sobre tais produtos eletrônicos. A internet é um bom lugar para conseguir todas as informações necessárias antes da compra.

Procure por revisões de produtos na internet. Nos EUA e outros países de língua Inglesa é muito natural uma pessoa procurar as “reviews” (revisões) antes de comprar qualquer coisa. No mercado de língua Portuguesa essas revisões ainda não são muito comuns mas já se encontram alguns sites especializados que fornecem descrições, opiniões, etc. sobre eletrodomésticos ou eletrônicos.

Cuide bem do seu aparelho Eletrônico portátil pois por ser pequeno, muitas vezes cabe na palma da mão, ele pode sofrer quedas que prejudiquem o seu funcionamento. Como um dia ouvi dizer: é no poupar que está o ganhar.