Dicas de Proteção de Dados Usando Criptografia de Disco

Proteção de Dados Usando Criptografia de Disco

Proteção de Dados Usando Criptografia de Disco

Uma das formas de proteção de dados mais utilizadas hoje é a criptografia de disco. Você sabe como funciona este procedimento e as formas de criptografia existentes? Conheça um pouco mais sobre as principais e tenha seus dados em segurança.

Em linhas gerais, a criptografia é um modo de “misturar” ou “embaralhar” os arquivos dentro do disco rígido da máquina. Isso é importante para protegê-los, impedindo o acesso a pessoas que não possuam a senha ou a chave para liberação. Como exemplo, o sistema operacional Windows em suas últimas versões, tem contado com o programa BitLocker, que é um tipo de ferramenta que criptografa os dados do HD.

Para quem deseja uma alternativa de software de criptografia, podemos citar o TrueCrypt, que tem a vantagem de ser em código aberto, além de ser capaz de selecionar as áreas à serem criptografadas: somente uma seção, um componente externo (como pendrives e HDs remotos) ou mesmo a criptografia do computador completo.

Além dos softwares citados, há diferentes formas de criptografia de disco: “para si”, “chave pública” e “simétrica”. Na primeira modalidade, serão protegidas todas as suas informações confidenciais, para acessar em um momento posterior. Contudo, trata-se de dados privados, que o usuário não deseja que sejam vistos por outros. Assim, mesmo que os discos sejam roubados, as informações estarão criptografadas, dificultando o seu reconhecimento por outras pessoas.

Desse modo, apenas as pessoas que estiverem em posse da chave e da senha, serão capazes de visualizar o arquivo decodificado. Em outras palavras, deve-se ter muito cuidado para tais informações não caiam em outras mãos, para não prejudicar a segurança dos arquivos.

O segundo caso é a “Chave pública”, onde existe a possibilidade de fazer o envio das informações para diversos destinatários, que passarão a ter a chave privada, pessoal. Somente esses terão a visão do arquivo enviado, sem riscos de vazamento de dados acidental.

Quando a criptografia é “Simétrica”, como se fosse um arquivo em formato ZIP, os arquivos são protegidos por senha. Dessa forma, a sua própria senha precisará ser transferida também para o destinatário do arquivo, para a abertura do mesmo, decodificado.

Agora que você está ciente de algumas das formas de criptografia de disco existentes, terá mais uma opção de segurança para suas informações pessoais, ou corporativas. Proteção é fundamental! Instale um antivirus corporativo também!