Cuidados com o trabalhador

Quando pensamos em obras, já nos vem à cabeça a imagem do trabalhador quebrando uma parede ou tudo sujo consertando alguma coisa. Não paramos nem para pensar em cima das dificuldades e perigos que o seu trabalho acaba lhe causando, e de todos os riscos que ele fica sujeito por estar realizando tais atividades. O problema de tudo é que algumas situações sérias podem acontecer, envolvendo não somente o trabalhador e seus chefes, mas o resultado pode ficar ruim também para você.

Fiscalize os serviços

Fiscalizar-sua-obra-é-essencial-em-todo-o-projeto.Ao contratar o serviço de profissionais para exercer quaisquer que sejam as atividades que possuem risco, principalmente a saúde, é importante que você tenha consciência da dificuldade das atividades e também tenha conhecimento prévio dos profissionais que nela trabalharão. É muito difícil de obter muitas informações sobre a forma como esses trabalhadores especializados gostam de realizar todos os seus procedimentos, mas é muito importante que você, contratante dos serviços, tenha em mente que a segurança de pessoas estará em jogo sobre tudo isso.

É muito comum encontrar em pequenas obras, os trabalhadores não se preocuparem muito com toda a proteção necessária que a função solicita. Seja por falta de conforto, por alegarem que os matérias atrapalham que o trabalho seja feito corretamente. Ou então por experiência na atividade como o famoso “eu só sei fazer do meu jeito” ou “foi assim que eu aprendi, e é assim que eu vou fazer!”, e por isso, acha que já sabe como fazer para não se machucar ou não já se acostumar por não usá-los na hora de todo o trabalho.

EPIs

O problema de não questionar os profissionais em relação ao uso dos equipamentos profissionais individuais (EPIs), é que sempre acaba sobrando um resto de material tóxico em contato com a pele, algum material pesado acaba caindo no pé de alguém, ou simplesmente uma pequena poeira que acaba enchendo o pulmão desses caras com bastante produtos prejudiciais à saúde. E nesse ponto em que devemos forçar.

Não-deixe-de-garantir-a-segurança-de-todos-os-trabalhadores-envolvidos-na-obra.Se preocupar em mantê-los com os melhores uniformes profissionais significa garantir para o seu próprio projeto, um ambiente mais seguro, organizado, e até com chances mais reais de fazer com que o resultado saia assim como o esperado. Garantir a segurança de todos também preveni a obra de acabar trabalhando com alguns acidentes mais sérios, como ficou exemplificado em algumas das obras realizadas para a realização da Copa do Mundo aqui no nosso país. Isso acaba prejudicando a todos, e na grande maioria dos casos, seu projeto acaba levando mais tempo e gerando custos extras para sua conclusão.

Chefes de obras

Talvez o motivo da falta de equipamento com os trabalhadores não seja somente por culpa própria, mas é preciso também pensar nas condições em que acabam se submetendo por causa de seus chefes. Normalmente esse empregado acaba por não receber as condições ideias de trabalho, e abrir mão dessa grana por causa de uma luva ou uma máscara especial não é uma alternativa que normalmente é tomado. E em alguns casos, fica por conta própria do profissional em se preparar corretamente para exercer a função e entre preferências e até por necessidades eles acabam não se preocupando com isso.

Por isso, é essencial que nós cobremos dos chefes que ofereçam segurança para seus empregados, para evitar todos os riscos de prejudicar de qualquer uma das partes. E se preocupar com isso, evita situações como “o barato que ficou caro” e também garante que tudo possa ser realizado com maior concentração e êxito.