Como o Álcool Afeta o Metabolismo

O álcool contém calorias vazias e não tem nenhum valor nutricional. Seu corpo não pode armazenar álcool, por isso deve metabolizá-la de imediato. Metabolizar o álcool, no entanto, pode ter um efeito prejudicial sobre outros processos metabólicos do organismo. Aqui está o que você deve saber sobre o álcool e seu metabolismo.

Álcool e nutrição

O álcool contém apenas calorias vazias e não tem nenhum valor nutricional. Muitas vezes pode contribuir para a desnutrição, porque os altos níveis de calorias na maioria das bebidas alcoólicas podem ser responsáveis por uma grande porcentagem de suas necessidades energéticas diárias. Mesmo uma bebida alcoólica por dia pode contribuir para o estado de desnutrição.

Seu corpo não pode armazenar álcool, por isso deve metabolizá-lo de imediato. Quando você bebe álcool, seu corpo torna a sua metabolização uma prioridade sobre todos os outros processos metabólicos. O seu corpo envia o álcool para o fígado, que produz as enzimas necessárias para sua oxidação e posterior metabolização.

Não bastasse o álcool não possuir nenhum nutriente por si só, ele ainda pode prejudicar a capacidade do seu organismo de absorver os nutrientes e vitaminas de outros alimentos que você ingeriu. O álcool irrita seu trato gastrointestinal e pode danificar a capacidade do organismo de absorver nutrientes, vitaminas e minerais dos alimentos.

Álcool e o fígado

O álcool é tóxico para o fígado, e se você beber muito por um longo tempo, você pode experimentar a cirrose do fígado e, em casos graves, até mesmo a morte. Beber pesado em longo prazo também pode prejudicar a capacidade do seu fígado para ativar vitaminas, o que contribui para a desnutrição, muitas vezes sofrida por alcoólatras de longo prazo.

Álcool e açúcar no sangue

Manter os níveis de açúcar no sangue adequados é uma das principais funções do seu metabolismo, mas quando você bebe álcool, manter os níveis de açúcar no sangue é um dos primeiros elementos que seu metabolismo deixa de lado na pressa de excretar as toxinas do álcool tão rápido e eficiente quanto possível. O álcool inibe a capacidade do corpo de produzir glicose e manter níveis saudáveis ??de glicose (ou açúcar) no sangue. Com o tempo, os bebedores pesados ??desenvolvem intolerância à glicose e podem até se tornar diabéticos.

Mesmo o consumo ocasional de álcool pode causar quedas perigosas nos níveis de açúcar do sangue, especialmente quando consumido com o estômago vazio. É por isso que o consumo de álcool pode ser muito perigoso para diabéticos e hiperglicêmicos.

O álcool pode causar ganho de peso

Como seu corpo não pode armazenar álcool e deve metabolizá-lo de imediato, outros processos metabólicos são prejudicados. Seu corpo não vai metabolizar os açúcares e as gorduras de forma tão eficiente durante a metabolização do álcool e beber muito pode fazer com que seu metabolismo fique lento. Isso pode contribuir para o ganho de peso, assim como as calorias vazias encontradas no álcool.

O álcool também causa perda de peso

O álcool também pode causar a perda de peso em pessoas que bebem muito e por longo prazo. O álcool continua a desacelerar o metabolismo de alcoólatras de longo prazo, mas também faz com que haja inflamação nos órgãos do aparelho digestivo. Se você beber muito, durante muito tempo, o álcool pode prejudicar a capacidade do seu organismo de absorver nutrientes. Se você se tornar cronicamente desnutrido devido ao consumo regular de álcool, você pode perder peso, apesar de o seu metabolismo mais lento.