Como nos Manter Seguros nas Grandes Cidades?

Foi-se o tempo em que as habitações das grandes cidades brasileiras eram casinhas ou sobrados com muros baixos, jardinzinho na frente e portão de um metro para guardar os carros na garagem. A onda de violência que assola o país vem ficando cada vez em voga, principalmente nas capitais dos estados, onde o índice de assaltos e homicídios cresce vertiginosamente a cada ano.

No fim das contas, temos que nos aliar ao destino dos passarinhos: nos prender por entre grades nas gaiolas que chamamos de casas. Para quem não quer viver parecendo habitar uma penitenciária, algumas iniciativas tecnológicas de segurança podem ser uma boa opção, como cerca elétrica, circuito fechado de TV, alarme monitorado e chip de rastreamento para carros (alguns, inclusive, já vem de fábrica com a trava anti-sequestro no porta-malas, reflexo das ondas de violência no Brasil).

Segurança Casas

Segurança Casas

E não é só nas capitais estaduais que a situação da segurança está crítica, não. No Distrito Federal, região que deveria ser um exemplo de segurança pública, todos querem se manter seguros por conta própria. Várias empresas de vigilância privada em Brasília prestam serviços de monitoramento e rastreamento, além da instalação de artifícios que reforcem a segurança das casas, condomínios e empresas, como os já citados circuitos internos de televisão e cerca elétrica. O alarme monitorado em Brasília também é um item de primeira necessidade na capital federal. A procura pelo serviço é crescente e, a cada ano, novas empresas especializadas surgem para suprir a demanda do ramo.

O importante é medir os custos e os benefícios da empreitada, que hoje é quase obrigatória, visto a falta de tato dos governantes para lidar com a onda de violência nos estados brasileiros. Portanto, é preciso procurar uma boa empresa que faça vigilância privada em Brasília, São Paulo, Recife, Belo Horizonte, Curitiba… afinal, por todos os lados, a história da falta de segurança pública parece ser sempre a mesma.

E lembre-se: essa melhoria pode estar nas suas mãos, e você ainda não percebeu. Pense bem na hora de eleger os políticos que representará você nas esferas públicas, pois eles são os responsáveis em transformar nossos impostos em investimentos e melhorias nos serviços básicos para a população, como a segurança. Fique atento!