Cidadania Italiana: Como Tirar a Dupla Nacionalidade?

Cidadania Italiana: Como Tirar a Dupla Nacionalidade

Cidadania Italiana: Como Tirar a Dupla Nacionalidade

Para quem deseja tirar a cidadania italiana talvez  o primeiro passo seja buscar a informação se realmente possuímos ou não o direito a dupla cidadania antes de começar a procurar todos os documentos necessários ao processo, não é mesmo?

Cidadania italiana: direito por sangue

As regras para a transmissão do direito a cidadania italiana por sangue são fáceis de serem entendidas pois basicamente têm direito à dupla nacionalidade  italiana todos os descendentes de imigrantes italianos sem limite de gerações se a linha de descendência é aquela paterna, ou seja se foi o bisavô, depois avô, depois pai e depois você por exemplo.

Cidadania italiana por linha materna

Se ao analisar a sua árvore genealógica você viu que  a descendência italiana passa pela linha materna o direito à dupla cidadania italiana tem que ser analisado mais precisamente:

Somente os filhos de “mulheres italianas” que nasceram depois de 01 de janeiro de 1948 têm o direito à dupla cidadania italiana.

Esta expressão “mulheres italianas” faz referimento seja de mulheres italianas pelo fato de terem nascido em solo italiano (jus solis) seja pelo fato de serem descendentes de italianos e possuírem o direito à cidadania (jus sanguinis).

Para quem possui o direito a dupla nacionalidade talvez a melhor forma de começar seja visualizando um passo a passo gratuito de como tirar a cidadania italiana, um exemplo pode ser visto aqui.

Para aqueles que ficaram na dúvida por causa da cidadania italiana por linha materna o principal é compreender que a linha de descendência se interrompe com a mulher se ela teve filhos que nasceram antes de 1948.

No caso podemos usar o exemplo em que foi seu bisavô que veio da Itália e depois no Brasil nasceu a sua avó: ela poderá transmitir o direito para os descendentes somente se eles forem nascidos depois de 01 de janeiro de 1948, data em que entrou em vigor a Constituição Italiania que reconheceu também às mulheres o  direito a transmitir a cidadania italiana para seus descendentes.

Cidadania italiana por casamento (maridos e esposas)

No caso de dupla cidadania italiana por casamento a verdade é que é possível somente para mulheres e somente se casaram até 1983, depois desta data tanto para homens que para mulheres será possível apenas tentar conseguir a naturalização italiana, que na prática oferece os mesmos direitos.

Conhecer em detalhes como funciona todo o processo e quais são as vantagens de se obter a dupla cidadania italiana é o começo do processo para obter dupla cidadania italiana, uma boa fonte de informações gratuita pode ser visualizada  clicando aqui