Chapinha | Saiba como Deixar seus Cabelos mais Bonitos

Cabelos lisos são o último grito da moda. Todo mundo quer tê-los – tanto as mulheres de cabelos ondulados, encaracolados ou crespos. Uma técnica muito popular de alisamento hoje em dia é o uso da prancha para fazer a chapinha. São dois ferros lisos que aquecem e pressionam os cabelos entre eles, alisando através do calor intenso tanto quanto pela pressão.

Chapinha | Saiba como Deixar seus Cabelos mais Bonitos

Chapinha | Saiba como Deixar seus Cabelos mais Bonitos

No Brasil, a prancha se tornou popular bem no início do século atual, em 2000. Até então, existiam vários outros instrumentos mais rudimentares – como uma barra de ferro que precisava ser aquecida no fogo antes de ser passada no cabelo. Os riscos de queimaduras eram enormes, tanto na hora de aquecer a barra como na hora de usar.

As pranchas podem ser encontradas em lojas de departamento e de produtos cosméticos e pode ser de vários tipos. Tem prancha com revestimento de cerâmica, um pouco mais caras que as comuns, mas que garantem uma proteção maior contra o superaquecimento dos fios,

evitando queimá-los e danificá-los.

São mais potentes e aquecem mais rápido, por isso são consideradas mais eficientes também. As pranchas mais modernas do mercado usam tecnologia luz infravermelha ou iônica. Elas ajudam a evitar a umidade e a oleosidade, dando um efeito mais duradouro a chapinha, pois o cabelo fica mais protegido contra a estática.

Como o aparelho modela os fios, ele também é usado por mulheres de cabelo liso, que desta forma podem criar um ondulado temporário ao torcer a chapinha. Porém, o uso frequente de pranchas também tem o seu lado ruim: ele pode causar uma série de danos aos fios, como o surgimento de pontas duplas, calvície artificial ou tornar o cabelo seco e quebradiço. Os aparelhos mais inteligentes procuram reduzir os
riscos de danos, mas cremes, sprays e hidratantes são indispensáveis para quem faz uso regular deles. Outra dica importante é nunca usar a prancha nos cabelos molhados, a não ser com aparelhos especificamente designados para isso.