Carga Tributária Sobe Cerca de 36% em 2012

Carga tributária sobe em 2012

Carga tributária sobe em 2012

Vivemos em um dos países com maior carga de tributos do planeta. Entre os países emergentes, ninguém supera. Em valores financeiros, a Receita Federal arrecadou apenas em 2012, cerca de um trilhão de reais. É um número muito grande em um país que apresenta tantas problemáticas públicas. Em 2013, entretanto, o governo federal batalha para que haja uma desoneração progressiva.

Essa tentativa tem sido a tônica dos atos governamentais que visam a redução de impostos para que gerem incentivos internos. Só nesse pequeno espaço de ano percorrido, já houve a prometida queda nos tributos referentes à conta de luz. Há uma negociação em terras brasilienses para que caiam também as alíquotas de ICMS.

Produtos importados sobrem com alta carga de tributos

Especialistas em direito tributário sabem da complexidade de se entender, por parte da população comum, a quantidade de alíquotas que são cobradas dentro de um único valor final. Não é possível para alguém que não seja da área entender o passo a passo da tributação. Os produtos importados, por exemplo, sofrem com uma incrível tributação que somam mais de 5 tipo de impostos diferentes.

Dessa maneira, quando entregamos o caso a um advogado tributarista, ele irá mostra o porquê que um produto chega ao país com contornos de popular e é vendido como de primeiríssima linha. Produtos com Smartfones e até carros podem ilustrar bem esta situação. No segmento automobilístico o governo federal já tentou incentivos com redução de IPI.

2013 promete ser um ano de desonerações

Visando aumentar a competitividade e os investimentos, o governo na figura da ministra Ideli Salvatti afirma que o Brasil irá continuar tentando seguir o processo de desoneração como parte da reforma tributária para que isso gere benfeitorias internas que fortaleçam o país em um todo. A simplificação tributárias é o caminho.