Húmus de minhoca

Húmus de minhoca

Os agricultores que possuem pequenas hortas ou plantações querem as minhocas presentes em seus locais de cultivo. Isso acontece porque as minhocas não apenas vivem na terra, mas exercem um papel fundamental nela.

As minhocas, ao se movimentarem pelo solo, abrem pequenos túneis, o que permite a melhor passagem de água, nutrientes e oxigênio. Além disso, elas se alimentam de seres microscópicos presentes no solo, e ao passar pelo sistema digestivo são transformados em excrementos – cerca de 60% do que foi ingerido é transformado em húmus. Esses excrementos são ricos em material orgânico, cálcio, magnésio, fósforo e outras substâncias que ajudam a adubar o solo.

As vantagens de ter minhocas na sua plantação

As vantagens em se utilizar as minhocas para fertilizar o solo e torná-lo propício para o plantio são inúmeras. Elas controlam a toxicidade do solo e o PH; controlam sua drenagem; suavizam o efeito da erosão e da desertificação. Como consequência disso não ocorre encharcamento do solo, as plantas conseguem resistir melhor às doenças, além de favorecer a absorção de nutrientes pelas raízes.

As minhocas gigantes e as minhocas californianas têm sido bastante usadas para a agricultura, aumentando cada vez mais o comércio da minhocultura (criação de minhocas).

Além do importante uso na agricultura, o húmus produzido tem sido bastante utilizado como iscas para pesca e para a produção de farinha, por conter cerca de 80% de proteína. Estudos recentes da medicina também comprovam que o húmus produzido pelas minhocas pode possuir propriedades de cicatrizar e regenerar tecidos, além de ser usado no tratamento de hipertensão, asma e bronquite.