Vivendo uma gravidez

Como descrever a sensação de engravidar pela primeira vez? Fantástica, excepcional, momento ímpar, mas também pode ser descrita como estranha, hormonal, momento ímpar (rs), desgastante, etc. É claro que cada mulher tem sua forma de reagir quando está sofrendo os efeitos hormonais e emocionais que envolvem uma gravidez, mas existem algumas maneiras de fazer com que esse processo não seja tão sofrido assim.

Por começar, precisamos insistir que programar uma gravidez faz toda diferença lá na frente quando o bebê estiver se mexendo, e as dificuldades comuns vierem fazer parte da rotina. É de se respeitar os casais que preferem por não se programar, ou até mesmo aqueles enfrentam uma gravidez inesperada. Mas para preservar até mesmo a relação do casal, é melhor que tudo isso possa ser feito em conjunto, para evitar que as coisas saiam do controle. E por isso, alguns toques podem fazer toda a diferença para que seja possível que todos curtam essa gravidez.

Alô papai

Apertem-os-cintos-porque-vai-precisar.Ok cara, melhor se preparar porque o bicho vai ficar feio pro seu lado, amigão. Já viu o tratamento que um pai (independentemente de qualquer idade), dá para um filho recém-nascido? Então, a gravidez requer um nível de cuidado parecido, porém, muito mais obrigatório do que depois do próprio parto. Requisitos mínimos: Muita paciência, disposição, consciência, maturidade, companheirismo e o mais importante de tudo, responsabilidade.

E é muito engraçado uma característica que já vem acontecendo há algumas décadas. Pais desatenciosos durante a gravidez, e depois super cuidadosos após o nascimento da criança. Ou exatamente o contrário, onde o homem se mostra presente durante a gravidez, e depois de algum tempo some por aí. Um exemplo disso, é pensar na quantidade de pais separados que encontramos nos dias de hoje.

Para não deixar nada disso acontecer, é importante ter focado na cabeça, que a gravidez é um momento totalmente atípico da relação com a sua mulher… Mas que pode virar definitivo! Por isso, é fundamental tomar cuidado durante esses 9 meses, porque o bebê representa muito mais do que um fruto da relação de vocês ou uma nova responsabilidade em sua vida, mas principalmente uma nova fase do relacionamento com sua mulher. Se ele ficará bom ou ruim, você influenciará mais do que ninguém para determinar esse resultado.

Facilitando as coisas

Por mais tranquila que a mulher seja ou o próprio casal, é importante lembrar que a gravidez revela o lado bipolar da mulher. Pra você homem, é bom focar que você não está convivendo com aquela menina bonita que te faz tão feliz e será mãe do seu filho, este ser com uma barriga enorme pode ser apelidado de hormônios em forma de pessoa. Gritos, choros e risos, encontrados em um intervalo de 5 minutos.

O-Pilates-pode-ajudar-que-o-processo-de-seja-muito-mais-calmo-e-tranquilo.E para melhorar o ambiente, você pode pensar em inscrever sua mulher em algumas atividades voltadas para a prática de gestantes. Um exemplo disso, são às aulas de Pilates para gestantes, que estimulam a melhora de humor da mulher, além de fazer um bem danado para a saúde da mulher que precisa adaptar seu corpo as novas alterações.

É claro que outras atividades aeróbicas e anaeróbicas também se encaixarão no conteúdo voltado para a gestação, mas o Pilates pode servir como uma forma de conhecer uma prática diferente em um momento também diferente da sua vida. Esse tipo de novidade com certeza pode funcionar de uma maneira inteligente para esse período. E fora isso, só tenho a dizer para aproveitar esta chance que a maioria das mulheres sonham em ter. Boa gravidez pra vocês, novos pais :D