Vermicompostagem – Como Fazer Compostagem com Minhocas em Casa

Como fazer vermicompostagem

Como fazer vermicompostagem

Uma das melhores formas de lidar com o lixo orgânico produzido em sua casa é através da compostagem. A compostagem é uma forma de produzir material orgânico rico em nutrientes e minerais através da decomposição controlada de restos vegetais e animais.

A compostagem é um processo muito lento, por isso nesse artigo vamos ensinar como você pode fazer a vermicompostagem. Se esse nome te assustou um pouco, não se preocupe. Vamos utilizar apenas minhocas. As minhocas são seres incríveis, capazes de viverem muito bem em ambientes ricos em matéria orgânica e se alimentar desta em quantidades iguais ao próprio peso, acelerando, e muito, o processo da compostagem comum.

Como fazer a composteira

Para iniciar, vamos precisar de uma caixa plástica. Lembre-se que o processo ensinado aqui é para ser usado em casas e apartamentos sem problema algum. A vermicompostagem não produz mau cheiro e não transmite qualquer tipo de doença. Ao invés da caixa plástica, você também pode usar uma caixa de isopor, um balde ou mesmo um daqueles cestos plásticos de lixo.

Sua caixa plástica deve conter furos na tampa para que entre ar. Faça também alguns furos no fundo para caso houver muita umidade. Para começar, junte um punhado de folhas secas de árvores ou papelão no fundo da caixa. Essa será a “cama”, aonde as minhocas vão se estabelecer.

Mãos a obra!

Agora que sua composteira está pronta para receber seu lixo orgânico, você poderá separar os materiais orgânicos em sua cozinha para depois colocar em sua composteira. Você pode usar restos vegetais, como o arroz com feijão que sobrou, verduras, casca de ovos, borra de café. Não coloque carne, laticínios, cítricos, fezes, papeis lustrosos ou produtos com gordura ou sal na composteira.

Eis uma regra importante: Para cada tanto de lixo orgânico da sua cozinha que você colocar, coloque a mesma quantidade de folhas secas ou de papel dentro da composteira. Esse cuidado serve para balancear o conteúdo da composteira, evitando o mau cheiro.

Se você não tem onde conseguir minhocas, basta comprar húmus de minhoca vermelha da Califórnia, a venda em supermercados e floriculturas, e adicionar em seu composto. Isso porque esses compostos vêm cheios de ovos de minhoca que, nas condições ideais da sua composteira, eclodiram e darão origem muitas minhocas. Esse processo demora algumas semanas, por isso tenha paciência.

A composteira deve ficar levemente úmida, ou seja, cuidado para não encharcar ou não deixar que ela seque muito. Fique atento a alguns fatores, como:

Mau cheiro: Quer dizer que há mais alimento na composteira do que as minhocas conseguem processar. Coloque mais folhas secas, jornal ou terra seca e fique alguns dias sem colocar nada na composteira.

Minhocas fugindo: Pode ser que o composto esteja muito úmido. Não ponha umedeça a composteira e, se necessário, deixe a tampa aberta por um ou dois dias.

Recolhendo o composto

Quando a caixa estiver cheia, você verá que o composto orgânico ou húmus estará pronto quando estiver com cheiro agradável de terra, e ao pegarmos na mão percebemos que não gruda, limpando facilmente os dedos. Se não estiver nessas condições, apenas deixe a composteira quieta por alguns dias até as minhocas terminarem o serviço.

Você pode recolher o composto simplesmente e reservar algumas minhocas para começar todo o processo novamente. Outra maneira é colocar uma luz florescente acima da caixa. As minhocas são sensíveis à luz e vão fugir para o fundo da caixa. Dessa forma, você poderá colher o composto livremente e conservar as minhocas sem qualquer problema.

Você acaba de conseguir um composto limpo e extremamente rico em nutrientes. Coloque seu composto em seus vasos com plantas ou espalhe sobre o seu gramado. Você terá ótimos resultados com o seu trabalho.