Tratamento, Quando Ainda Jovem, Pode Ajudar a se Livrar do Alcoolismo

Quando se é jovem, há sempre muita curiosidade em experimentar coisas novas. Com a bebida alcoólica não é diferente e também uma das mais comuns, no que diz respeito a se viciar. Quando se fala em vicio é mais no sentido de depender de uma tal maneira desta substância, ao ponto da sua vida não ter mais sentido ou ficar aquele vazio, caso não tome umas boas doses antes de chegar em casa, ou até mesmo, antes de dormir.

O mal que a bebida pode causar no jovem.

O mal que a bebida pode causar no jovem.

Mas por que o jovem é mais preocupante? A resposta talvez seja explicada, pois é nesta idade em que dois acontecimentos podem mudar radicalmente a cabeça deste jovem, são eles: a fase adulta, ao completar 18 anos ou quando se entra na faculdade. Comecemos falando sobre atingir a maioridade. Este momento é um dos mais agitados na vida de um jovem, afinal, é nesta época que se tira a carteira de motorista, se alista no exército, decide qual carreira seguir e o principal tópico deste texto, atinge a idade permitida para beber bebida alcoólica sem precisar falsificar RG, por exemplo. Abordando agora o outro acontecimento citado acima, o ingresso na faculdade, onde acredito eu seja o ponto mais crítico na vida de um jovem para o bem e para o mal, dependendo do jeito de ser e da personalidade da pessoa em questão. Afinal, é neste momento em que acontecem muitos eventos, festas, jogos universitários e encontros da galera no bar, próximo da faculdade e obviamente regado a muita bebida. O problema em si acontece, quando este jovem entra na faculdade e não gosta de beber, mas por influência de amigos e querer se enturmar, ele acaba bebendo e muitas vezes mais de um dia ou a semana toda, nos casos mais sérios, o transformando um viciado em bebidas alcoólicas.

Fatalmente, quem estiver lendo este texto conhece ou já conheceu alguém que se enquadre neste perfil, na qual é mais fácil encontrar tal aluno no bar do que na sala de aula. Muitos casos existem, alguns se tornam tão forte, que a pessoa precisa de uma internação, inclusive alguns lugares oferecem a internação para jovens alcoólatras.

Exemplo pode vir de casa

Mas seria muita ingenuidade colocar a culpa deste jovem gostar tanto de um bom drink, apenas na idade ou na influência dos amigos da faculdade. Muitos casos acontecem, porque este jovem tem um exemplo ruim vindo de dentro da própria casa. É muito triste dizer isso, mas é verdade, muitos pais acabam bebendo na frente do adolescente e isso acaba aguçando a curiosidade dele em querer imitar as atitudes de seus pais ou pior, são incentivados a beber “socialmente” em festas, por exemplo, dando aquela resposta enganosa “é apenas um copo ou gole, ele não irá se viciar”. Errado, muitas vezes estas atitudes custarão caro no futuro, pois este jovem crescerá pensando nisso, que nunca irá se viciar, apenas bebe, porque é legal.

Pais podem influenciar seus filhos.

Pais podem influenciar seus filhos.

Contudo, quando se menos espera, ele acaba se tornando dependente e em muitos casos, até de certa forma mais graves, precisando de auxilio e buscando por conta própria ou muitas vezes sendo forçado e levado a sofrer uma internação para jovens alcoólatras, em alguma clínica de reabilitação.

Trate antes que seja tarde

Uma clínica de reabilitação, muitas vezes é vista com ressalvas por parte daquela pessoa que está viciada. Mas este tratamento, possui uma eficiência tamanha, que na maioria dos casos acaba ajudando e livrando este jovem do vício. Mas antes de qualquer coisa, é preciso que este adolescente tenha força de vontade e perceba que tratar antes pode ser uma boa medida para conseguir uma saúde melhor. Afinal, são muitos os casos de doenças, que são causadas pelo uso abusivo de bebida, como no fígado e cirrose, por exemplo, que poderiam ser evitadas se a família toda trabalhar unida para recolocar este jovem nos trilhos.