Transporte de Noivas para a Igreja… Quem Disse que é Simples?

Se você vai casar, já pensou em todos os aspectos, ainda mais se for a noiva! Mas lembrou do carro que vai te levar à igreja?

Vamos pensar juntas

Você levou um, talvez dois anos para planejar toda a festa. Pensou na data, na igreja, na decoração da igreja; aí ficou sem dormir até encontrar um local para a festa que estivesse livre na data da cerimônia; pensou na cor das toalhas, nos enfeites, engordou 5 quilos só experimentando as opções do bufê (depois se matou na academia para perder cada um deles, senão o vestido nem fecha).

Mulher PensandoAh, o vestido! Se foi alugado, então você deve ter visitado NO MÍNIMO cinco lojas de vestido de noiva e experimentou pelo menos a metade dos modelos de cada uma delas até achar o seu favorito-mega-especial-de-sonho. Aí teve que voltar lá mais umas quatro vezes para ir ajustando e provando o vestido até ele ficar perfeito no corpo. Com os sapatos foi a mesma coisa: até achar uma loja com aquele modelo que piscou pra você assim que você passou pela porta, levou mais de um mês! Mais umas três idas ao salão do “dia de noiva” para testar penteados e maquiagens a perder de vista. Custou, mas finalmente você conseguiu escolher a combinação perfeita.

Tudo certo! Convites distribuídos, lista de presentes informada, chega o grande dia e você está des-lum-bran-te! Você achou melhor não contratar chauffeur nem carro para levá-la à igreja (afinal, é só um gasto a mais, qualquer coisa meu tio me leva). E o tio atrasa 15 minutos porque teve que levar a esposa e os filhos à igreja antes; ainda por cima, chega com o carro sujo porque não viu uma poça perto da calçada. Você não gosta, mas dá graças a Deus que não foi no seu vestido e entra. Atrasados que estão, pegam o caminho mais curto – e metade da cidade teve a mesma ideia, inclusive o ciclista e o pedestre que trombaram no meio da pista e agora tá tudo parado. Seu tio lembra de uma ruazinha antiga e estreita por ali e força a passagem por ela. Lá vão vocês sacolejando por 15 quilômetros até a igreja. Quando você finalmente desce do carro e vê o fotógrafo se aproximando, está com o vestido amassado, o cabelo desarrumado (porque até bateu a cabeça no teto do carro), o buquê deu uma desarrumada e sua maquiagem já começou a borrar – sim, porque a essas alturas você já deve estar chorando. E só porque não contratou um serviço especializado em transporte de noivas!

Para tudo, que eu vou descer aqui mesmo!

Minha querida noiva (e noivo: se tiver lido até aqui, atenção ao que vou dizer), ir à igreja é um dos momentos mais incríveis do casamento todo, acredite. Quando você entra no carro, toda arrumada, percebe que realmente está indo para o SEU casamento. É a sua carruagem! É a sua chegada triunfal! Você é a rainha desse dia mágico e deve chegar altiva, majestosa, tal qual a rainha que é! E o transporte até a igreja interfere muito nesse sentimento.

Noiva descendo do carro

Quando você contrata um serviço de transporte de noivas, não está “tendo um gasto”. É um investimento estratégico, até emocional. Você está contratando a certeza de que o carro chegará maravilhoso para te buscar, limpo, com a mecânica impecável, itens de segurança funcionando, visual maravilhoso e na hora combinada. O motorista (nosso conhecido chauffeur) estará trajado de acordo com a ocasião e terá o cuidado que ele SABE que é importante quando está levando uma noiva à igreja: ele sabe que o carro não pode sacolejar, nem fazer curvas bruscas – porque ele SABE como essa data é importante e o quanto você batalhou para que tudo, inclusive você, estivesse perfeito nesse dia. Os profissionais que prestam esse tipo de serviço conhecem as rotas principais e também as alternativas entre sua casa (ou o salão do dia de noiva) e a igreja, estão sempre atualizados sobre as condições do trânsito e do tempo e, com isso tudo em mente, não tomarão decisões improvisadas se alguma mudança de rota se mostrar necessária. E você sairá deste carro, minha querida, radiante como entrou. Perfeita. Imponente. Uma verdadeira rainha.

Percebe como este não é um serviço qualquer, nem um “gasto”? O caso da noiva levada pelo tio foi só um alegoria exagerada mas, se parar para pensar, não é tão difícil assim que aconteça. E considerando que este dia é único na vida de qualquer noiva, acho que você não vai querer correr o risco de virar a noiva do conto, não é?