Tem sujeira no salão

Quando somos convidados para uma festa grande, em um salão de festas, nos arrumamos dos pés à cabeça. Homens de sapato social, mulheres com seus improváveis sapatos de salto; as crianças com seus sapatinhos mais arrumados, normalmente com um pequenos saltinho para dar um “up” no visual (não que seja necessário, afinal criança é criança).

Se passamos a maior parte de nossos dias com sapatos mais confortáveis, essa ocasião de festa com sapatos sociais nos é ligeiramente estranha e, às vezes, exige um treino prévio para não fazer feio no salão. O problema é que nem sempre este “feio” é provocado por nós – às vezes, as circunstâncias da festa provocam certos acidentes, por exemplo, um copo derrubado no chão. E tombos nessas condições são especialmente perigosos, porque acontecem às derrapadas e a velocidade do tombo costuma ser mais rápida – e invariavelmente, a cabeça chega no chão perigosamente depressa. Por isso é importante que a limpeza seja rápida e eficiente.

Equipe pronta para a ação

Uma equipe de buffet é formada por cozinheiros, garçons, garçonetes e, também, uma equipe de limpeza. Mas essa equipe não se apresenta de qualquer maneira: os membros devem estar paramentados com seus respectivos equipamentos de proteção individual. Essa é a”roupa de festa” destes participantes.

É-fundamental-que-toda-equipe-esteja-bem-equipada-para-a-limpeza.A equipe e limpeza de um salão de festas deve ter claro em mente que o piso provavelmente e dos mais lisos que verá na vida, especialmente em salões mais requintados, que freqüentemente tem piso em porcelanato ou tábuas absolutamente lisas de madeira envernizada. Pisos assim são muito, mas MUITO lisos e altamente propensos a provocar acidentes quando molhados. Se cair um salgadinho, então, o risco é maior, pois além da umidade do alimento, existe também a gordura. Se essa situação é perigosa para os convidados em seus sapatos sociais e de salto, é também para uma equipe de limpeza despreparada. Por isso é importante que cada membro esteja calçando botas impermeáveis – essas tipo galocha – que são menos propensas a derrapadas e escorregões (o que não vai excluir o cuidado ao andar pelo local do “acidente”).

Além das botas, é importante que cada um use também toucas de proteção – e não é para proteger sua cabeça mas, sim, para evitar que seu cabelo lhe caia na frente dos olhos atrapalhando seu serviço. Afinal, ele estará com as mão sujas, e se tiver que usá-las para livrar os olhos, se expõe ao risco de contrair uma bela infecção que o afastará das funções por vários dias.

O cuidado continua

Usar-as-luvas-pode-evitar-que-você-seja-ferido-por-qualquer-objeto-cortante.E por falar em mão, falemos das luvas, um equipamento de proteção individual dos mais importantes para funcionários de qualquer equipe de limpeza. Ainda que os alimentos não sejam quimicamente perigosos (afinal, refrigerantes, vinhos e salgados não são perigosos quando em contato com as mãos), é imprudente que eles entrem em contato com as mãos do funcionário, já que, uma vez no chão, passam a carregar impurezas, poeira e todo tipo de sujeira. Além do mais, se o que caiu foi um copo de vidro, haverão cacos pelo chão – isso sim

um risco real e dos grandes. Se um alimento sujo cai sobre um ferimento aberto, as conseqüências podem ser dolorosas e muito desagradáveis, além de afastar o funcionário imediatamente já naquela festa, desfalcando a equipe.

Outro equipamento de proteção importante é o avental. Após a queda do alimento ou da bebida, já não há mais o risco de que espirrem pelo corpo do funcionário, mas se ele precisar usar um balde com água e produtos de limpeza (caso o estrago tenha sido realmente grande), aí sim ele pode sofrer alguns respingos. Se um convidado mais descuidado esbarrar no balde, então – ou uma criança correndo pelo salão -, tanto maior será o “banho”. Por isso o avental é importante nessa hora.

Um funcionário bem protegido pode cumprir com suas funções da maneira apropriada, com rapidez e eficiência, restabelecendo a segurança de todos os convidados rapidamente. Por isso, além de manter a equipe sempre bem treinada e atualizada sobre técnicas de limpeza e produtos adequados para cada situação, é importante também que estejam usando todos os equipamentos de proteção individuais que a lei exige e que o bom senso solicita.