Sujaram a Ficha Limpa

É simplesmente lamentável, quando se vê entidades como a Ordem dos Advogados do Brasil – OAB, a Conferência Nacional dos Bispos do Brasil – CNBB, juntamente com os representantes do Movimento de Combate à Corrupção, se lamentando de uma vergonhosa decisão do Supremo Tribunal Federal, que adiou a aplicação da Lei da Ficha Limpa no Brasil de 2010 para 2011. Com isto, infelizmente, os inescrupulosos candidatos que haviam sido impedidos de assumirem seus cargos, por questões de improbidade e mesmo de moralidade, voltam a ocupar suas cadeiras na câmara e no Senado.

A coisa foi tão feia, que a malfadada decisão se espremeu por seis votos a cinco, mostrando para toda a população brasileira que nem sempre a Suprema Corte tem por parâmetro a Constituição Federal. É simplesmente lamentável, digo novamente, olhar para os sorrisos estampados na face daqueles que agora se valem daquela injusta decisão, para permanecerem nas práticas hediondas, que justamente os haviam tirado de sua posição de arrogância e soberba, como por exemplo, o ex-deputado federal Jáder Barbalho, que faz o “v” da vitória sobre os anseios do povo brasileiro, que deseja ardentemente ter no Senado, e nas Câmaras pessoas confiáveis, sérias e honestas, que não vão desviar o dinheiro dos contribuintes para as meias e cuecas, ou para atender a interesses escusos, como o vinham fazendo os que foram barrados no “baile”.

Os “fichas-sujas” agora fazem churrasco de comemoração e se riem da face de todos os brasileiros que haviam aplaudido a temporária implantação da Lei da Ficha Limpa, e que agora têm uma profunda sensação de frustração em seus corações. Mas, pelo menos, podemos ter a certeza de que em 2012 não haverá mais nenhuma chance de errarmos novamente. Podem esperar.