Sindrome De Down e o Preconceito Social

Ultimamente temos visto um esforço elogiável dos meios de comunicação de massa que têm se mobilizado no sentido de disseminar informações esclarecedoras sobre a Síndrome de Down, e assim romper as barreiras do preconceito e da indiferença.

Hoje os portadores da Síndrome de Down até aparecem com mais freqüência na mídia televisiva, participando inclusive de novelas e programas de tv. Muitos têm se destacado no mercado de trabalho pela sua competência e dedicação, suplantando toda forma de preconceito. E isso representa uma vitória e tanto para eles que têm certa dificuldade no ritmo do aprendizado e na realização de muitas atividades motoras.

Infelizmente, não bastando o preconceito social, alguns  portadores da Síndrome de Down ainda são vítimas da rejeição familiar, pois muitos pais, assaltados talvez por um sentimento de pavor e rejeição, acabam excluindo seus filhos do convívio social, o que é um fato lamentável e doloroso, pois sabemos que a inclusão social e o respeito às diferenças  devem começar no lar, que é o nosso  reduto de amor,  de carinho e acolhimento.

É óbvio que os portadores de Síndrome de Down carecem de cuidados especiais – disso não resta dúvida. Mas quando eles são tratados e respeitados como membros efetivos da sociedade, conseguem interagir com outros enquanto vão  conquistando sua  independência. E justamente por serem carinhosos, calmos e bem humorados, são capazes de nos surpreender com o que talvez tenham de melhor, e que já é marca registrada de cada um deles, a saber, o seu jeito doce de dar e pedir amor!