Sex Shop – Saiba Mais Sobre o Segmento

Os sex – shops estão cada vez mais populares, principalmente pela mudança no pensamento das pessoas, que querem apimentar a relação. O constrangimento e o receio de serem julgados já não é mais problema com a internet e muitos podem comprar sem sair de casa. A entrega é feita com total sigilo, contudo há quem prefira comprar em loja física, pois é possível ver o produto real e não é preciso esperar para que ele chegue. Sendo virtual ou real, os sex shops já são realidade e movimenta muito dinheiro, saiba mais.

Conceito

O sex-shop é um estabelecimento comercial que vende produtos eróticos, cujo objetivo é de  complementar e estimular a atividade sexual do ser, proporcionando prazer adicional. Os produtos estimulam a sedução, o erotismo e as fantasias sexuais.  Há produtos destinado ao prazer para o casal e pessoal, como vibradores, insufláveis, lingeries, acessórios masoquistas, estimulantes e uma infinidade de outros produtos.

Sexshop

Histórico

Os produtos para estimular o prazer sempre foram usados pela humanidade, entretanto os primeiros improvisados com matéria – prima encontrada na natureza. Com a tecnologia eles foram se tornando mais sofisticados, funcionais e proporcionam cada vez mais prazer. Em alguns casos a textura imita a pele humana e é isso que torna cada vez mais procurados.

Não há registros das primeiras lojas sex shops, contudo há relatos de vibradores em 1860, além de anúncios em jornais no início do século XX. Somente com a revolução sexual que começa em 1960 que as lojas sex shop foram se popularizando. Atualmente o mundo virtual é mais acessado no caso do sex shop, representando 80% do público feminino que consome os produtos eróticos.

Mercado

As mulheres são as que mais frequentam os sex – shops, representando 70% do público que não para de crescer. elas estão mais abetas a novidades e muitas vezes convidam o parceiro (a) para conhecer e experimentar mais dos produtos vendidos. Por ano, o crescimento no faturamento é de 15% a 20%, com diferentes públicos consumidores. Até mesmo produtos para tratamento terapêutico de cunho erótico são comercializados e a procura tem aumentado.

Produtos de sex-shop

Os vibradores são os produtos mais comercializados. Existem diferentes tamanhos, cores, texturas. A tecnologia é empregada neste tipo de  produto está cada vez mais moderna, apresentando até mesmo produtos caros, como o vibrador de ouro que pode chegar ao valor de R$ 15.000.

Sigilo

A principal razão para que os sex – shops tem dado certo é o anonimato de quem compra. A vergonha das pessoas de ser vistas entrando ou saindo de uma loja tem diminuído, principalmente pelo fato que as a identidade do comprador é mantida em total sigilo tanto nas lojas físicas quanto nas lojas online. Até mesmo a embalagem dos produtos que são entregues em casa mantém o sigilo e são muito discretas.

Outro fator de sucesso é a variedade de produtos oferecidos e a qualidade de cada um deles. Há uma gama de produtos disponíveis com preços e para gostos diferentes. Vale a pena largar um pouco o preconceito e a vergonha e conhecer uma loja, mas lembre-se sex – shop é só para maiores de 18 anos.