Serviços de empresas de mudanças

É comum que surjam dúvidas sobre os serviços prestados por uma empresa de mudanças, especialmente quando não temos muita experiência nessa área (algumas pessoas são tão nômades que sabem mais até do que as próprias empresas, mas essas são minoria). E como existem inúmeras empresas atuantes na área, cada uma busca um diferencial para conquistar os clientes, algo que as demais não oferecem.

“A outra fornece esse serviço, então vocês têm que fornecer também!”. Opa, não é bem assim. É ótimo que hajam diferenciais entre as empresas! Mas isso acaba gerando uma insegurança sobre o que é serviço obrigatório e o que é opcional, criando uma baita confusão na mente do cliente e levando-o a exigir coisas não obrigatórias na empresa X, mas que é livremente disponibilizado pela empresa Y. Vamos tentar separar?

Caminhões de diferentes tamanhos

Nem-sempre-um-único-caminhão-resolverá-as-complicações-de-sua-mudança.Não é OBRIGATÓRIO que uma empresa de mudanças disponibilize uma frota com tamanhos diferentes de caminhões-baús, porém é DESEJÁVEL – o que é bem diferente. Uma empresa pode perfeitamente ter um único veículo; o problema é que vai atender melhor a certos tipos de mudanças e pior outras. Por exemplo, se o caminhão for pequeno, dará conta de fazer a mudança de uma pessoa que viva sozinha e que tenha poucos móveis a transportar, ou mesmo que esteja saindo da casa dos pais e tenha pouca coisa ainda. Casais novos, sem filhos e com pouca mobília também podem se valer de caminhões pequenos sem problemas. Porém esses caminhões não conseguirão transportar ADEQUADAMENTE os objetos de uma pequena família, ou de um casal jovem mas com maior quantidade de móveis, por exemplo, a menos que empilhe os objetos (o que não é recomendável de forma alguma) ou que faça mais de uma viagem (o que não é vantajoso nem econômico para ambas as partes). Por isso, sempre que possível, é conveniente que a empresa tenha uma frota com ao menos dois caminhões com diferentes capacidades de carga.

Carregadores contratados pela empresa

Especialmente em cidades pequenas, é muito comum que as empresas de mudança tenham o gerente (normalmente o proprietário do caminhão) e um auxiliar. Ao contratar essa empresa, esse proprietário pergunta: “vai precisar de ajudante?”. O que isso quer dizer? Quer dizer que ele pode até chamar mais gente pra ajudar, mas que isso vai encarecer o preço final – e que você tem a opção de chamar seus amigos pra ajudar na mudança para barateá-la. Isso é crime? Não, mas é inadequado e pouco profissional. Uma empresa séria tem seus próprios funcionários, em número suficiente, treinados e equipados com os equipamentos de proteção individual necessários e carrinhos de transporte para objetos e móveis pesados. Um cidadão comum (por assim dizer) não dispõe destes recursos, por isso é muito mais fácil que seus amigos se machuquem – inclusive com gravidade – enquanto ajudam DE GRAÇA o dono da empresa a realizar uma tarefa que ele mesmo devia ter providenciado.

Empregados que desmontam e remontam os móveis

Este tipo de serviço é mais um agrado do que uma obrigação – mas praticamente todas as empresas fornecem isso, então nenhuma outra arrisca entrar nesse mercado sem ter ao menos um funcionário que saiba desmontar e remontar os mais diversos móveis. É uma facilidade para o cliente – e na verdade, é uma necessidade prevista, já que montar e desmontar móveis não é assim tão óbvio como se imagina (especialmente a montagem, vish Maria…).Ter-uma-ajudinha-profissional-na-desmontagem-dos-seus-pertences-ajuda-bastante-para-conservá-los. É fácil supor que o cliente não saberá realizar esses procedimentos, o que causaria um grande transtorno no dia da mudança. Então, as empresas (pelo menos, as sérias) enviam um funcionário no dia anterior para fazer a desmontagem e deixar tudo pronto. No novo endereço, ele remonta os móveis no local indicado pelo cliente, enquanto os demais carregadores cuidam do restante da mudança.

Embalamento prévio

Embalar móveis, prataria, roupas, material de cozinha… Isso é sempre muito chato e aborrecido – e nem sempre o cliente sabe fazer isso de maneira apropriada, expondo os carregadores a riscos durante o transporte das caixas para o caminhão e depois para for a dele. Por isso, algumas empresas oferecem esse tipo de serviço. Eles vão ao endereço um ou dois dias antes, verificam os objetos a serem embalados para fazer uma estimativa do numero e do tamanho das caixas necessárias, fazem o embalamento do jeito mais seguro e pronto. Tudo guardadinho do jeito que tem que ser. Mas esse não é um serviço obrigatório – e quando é requisitado, costuma gerar um valor a mais no orçamento total. Mas vamos combinar, é um belo serviço a ser contratado, não é?

A salvação do guarda-móveis

O guarda-móveis é um galpão disponibilizado por ALGUMAS empresas de mudanças. Constitui-se num grande galpão, subdividido internamente em salas grandes com grandes portas fechadas com trancas e cadeados. Estas salas podem ser “alugadas” pelo cliente quando o endereço novo não comporta todos os móveis que ele tem. Enquanto ele não dá destino aos móveis que não couberam, ele pode mantê-los guardados neste guarda-móveis – ou seja, nada de “entulhar” a casa nova. Também não é obrigatório que as empresas forneçam serviço desse tipo, mas caso você vá se mudar para uma casa onde não caibam todas as suas coisas, convém contratar uma empresa com este recurso.

Caixas-arara para roupas em cabide

Sempre temos aquelas peças de roupa que não podem ser dobradas, não é? Por isso, foram desenvolvidas caixas para transportá-las do jeitinho que estão dentro do guarda-roupas: penduradas em seus cabides e a salvo da confusão da mudança. Porém, as empresas de mudança não são obrigadas a disponibilizar este tipo de embalagem, ok?

Então, o que é obrigatório?

As empresas são obrigadas a atender bem, realizar um orçamento preciso – e segui-lo, sem alterações-surpresa de qualquer tipo –, realizar a mudança na data e na hora previstas e zelar pela boa conservação dos móveis e demais objetos, devendo arcar com eventuais prejuízos causados durante o transporte para o caminhão e/ou para fora dele. Os opcionais acima são serviços à parte prestado por algumas empresas, nem sempre sem custo. Fique atento(a) e escolha pela que melhor se ajusta ao seu caso. Boa sorte!