Saúde da Família – A União Faz a Força

saúde da famíliaO programa Saúde da Família começou em 1994 por uma iniciativa do Governo Federal, que na época tinha como presidente o tucano Fernando Henrique Cardoso. Até hoje, o Saúde da Família (PSF) é composto por equipes médicas que orientam e tratam certo número de famílias que moram em lugares mais isolados. Essas equipes são responsáveis pela manutenção da saúde dessas comunidades específicas.

A importância deste programa não é somente atender diversas pessoas que vivem isoladas, mas também abre espaço no mercado de trabalho para profissionais de várias áreas. Além de médicos de diferentes especialidades, também atuam no programa Saúde da Família os dentistas.

O profissional que pretende trabalhar nessa área, após a conclusão de seu curso (medicina, enfermagem ou odontologia) pode se especializar fazendo cursos de pós-graduação em saúde da família. Esta pós é mais encontrada em instituições particulares do que nas universidades públicas. Mas a preparação não pára por aí. Também é válido procurar por cursos de pós-graduação em saúde, estudando algumas áreas específicas ao saber que irá lidar com pessoas que moram em áreas isoladas, como por exemplo, estudar sobre doenças do campo. Já para quem quer fazer pós-graduação a distância também há opções, poucas, mas existem. O importante é observar se a instituição é reconhecida pelo Ministério da Educação para ensinar a distância.

O mercado na área de PSF é amplo, mas a quantidade de profissionais que atendem ainda não é o suficiente. De acordo com o Ministério da Saúde, até novembro de 2010, somente a região norte é a mais afetada com a falta de médicos para o PSF. Uma forma de suprir a falta e atender a todos é a criação de PSF’s regionais. É comum em cidades do interior encontrar associações comunitárias que mantém o programa com o suporte financeiro de prefeituras.

Antes de precisar ir ao médico, cada família pode prevenir as doenças dentro de casa. Mantenha sempre as mãos limpas, antes de manusear alimentos, após usar banheiros, lave sempre as mãos das crianças e use sabonete neutro. A residência também deve ser ‘saudável’. Deixe a casa limpa, tape ralos, caixas de esgoto e latas de lixo. Evite deixar água parada para evitar a dengue, limpe locais onde os animais vivem e sempre tenha atenção redobrada com o ambiente das crianças. Zele muito pela limpeza e a saúde da família será mantida.