SAP1: Arquitetura de Computadores

Passo a passo, de que forma uma instrução é executada no SAP1.:

1 – Existe um conjunto de oito chaves (interruptores) que podem ser configurados como ligado ou desligado

2 – Se a chave estiver ligada, ele estará configurando o bit1 para aquela posição do byte e se estiver desligada ele estará configurando o bit0.

3 – Como as chaves estão alinhadas, o conjunto de chaves (ligadas ou desligadas) irá compor o endereço da memória onde o dado ou instrução será armazenado (nas quatro primeiras chaves) e um byte0(s) que compõem a instrução mais o operando, ou dependendo do caso, o dado a ser armazenado nos próximos oito bits.

4 – Dessa forma os programas e os dados são inseridos na memória do computador para depois iniciar sua execução.

5 – Depois que todo o programa e os dados estiverem armazenados na memória, o SAP1 poderá iniciar sua tarefa, oferecendo aos sinais enviados pelo Controlador- Sequencializador.

6 – O contador de Programa (CP) será zerado (reset) e em seguida apontará (para o REM) o endereço de memória da próxima instrução a ser executada. Em seguida a informação armazenada na posição informada pelo REM é transferida para o Registrador de instrução.

7 – O Registrador de instrução irá separar o byte recebido em dois nibbles (meio byte) e disponibilizará para o Controlador-Sequencializador o nibble correspondente à instrução, e se necessário, disponibilizará o outro nibble (que normalmente contém um operando) no barramento w.

8 – Agora que o Controlador-Sequencializador já sabe o que deve ser feito (o nibble que contém o código da instrução que ele deve executar está armazenado nele), ele envia um sinal para toda a arquitetura por meio do barramento de controle que é composto por 12 bits, ativando funcionalidades do computador afim de que ele execute uma determinada tarefa.

A relação entre barramento de controle e palavra de controle

BARRAMENTO DE CONTROLE: é um barramento bidirecional por onde trafegam sinais de controle, principalmente no sentido do processador para os circuitos integrados de memória.

A PALAVRA DE CONTROLE é responsável por habilitar ou desabilitar cada módulo presente no computador a fim de que ele execute uma determinada tarefa.

A RELAÇÃO ENTRE ELES É A MESMA QUANTIDADE DE 12 BITS

A função dos seguintes registradores:

  1. Registradores B: è um registrador de memória temporária utilizado em uma operação aritmética para pegar determinado valor presente no barramento e entregá-lo ao somador-Subtrator.
  2. REM: é neste módulo que ocorre a entrada de dados e instrução para que o SAP1 possa ser programado (entrada), e também é o local onde fica armazenado o valor passado pelo CP, que é o endereço que será acessado na memória RAM (Registrador de Endereço de Memória REM).

O sinal deve estar ativo na palavra de controle do SAP1 para que um dado seja      transferido do somador/subtrator para o Acumulador : Esse é  O gerador de CLOCK.