A soldagem é um processo que visa a união localizada de materiais, similares ou não, de forma permanente, baseada na ação de forças semelhantes às existentes no interior do material. É a forma mais importante de união permanente de peças usadas industrialmente que contam com a ajuda de máquinas de solda.

Existem basicamente dois grandes grupos de processos de soldagem. O primeiro se baseia no uso de calor, aquecimento e fusão parcial das partes a serem unidas e é denominado processo de soldagem por fusão. O segundo se baseia na deformação localizada das partes a serem unidas, que pode ser auxiliada pelo aquecimento dessas até uma temperatura inferior à conhecida como processo de soldagem por pressão. Dentre as técnicas de solda existentes hoje em dia pode-se destacar a corte plasma, a solda estanho, solda arco submerso, solda MIG MAG e solda TIG.

O processo de solda

O processo de solda

A corte plasma é uma técnica de corte de chapas metálicas, sem rebarbas, maior velocidade de corte, menos sangria e transferência de calor para a chapa, menor custo e maior segurança. É considerada é o mais simples e seguro dos processos de corte existentes.

A solda estanho é indicada para pequenos reparos, eletro eletrônica ou soldagem hidráulica. Funciona com o arame com base de estanho e chumbo que diferente do eletrodo, é um arame maleável que derrete muito facilmente quando entra em contato com o ferro de solda.

A solda arco submerso é indicada para siderúrgicas e é um método mais seguro e automatizado. Esta forma é usada para grandes tubulações ou para materiais que precisam de uma soldagem continua e extensa.

A solda MIG-MAG é alimentada por um rolo de arame juntamente com gás, que é liberado junto com o arame que protege a solda do oxigênio. Por isso é muito importante regular bem a saída de gás, juntamente com a saída do arame na tocha.

A solda TIG é indicada para soldagem mais precisas e em materiais mais finos. O gás é liberado juntamente com a tocha de soldagem que abre o arco de solda e o de eletrodos de tungstênio Sem essa proteção do gás, não ocorre o processo de solda e o eletrodo oxidaria, podendo ocorrer a contaminação do processo trazendo falhas ou deixando a solda porosa se não houver uma boa proteção do arco de solda.

Confira mais artigos informativos e dicas no site da Dutra Máquinas.