Estima-se que cerca de 500 mil famílias vivem hoje no Brasil graças à captação de  materiais recicláveis.  Isso significa que toneladas de materiais que iriam parar no lixo acabam se transformando em algo rentável, além de ajudarem a  promover o desenvolvimento de uma consciência ambiental nas populações.

Camisetas de Garrafas PET Recicladas

Camisetas de Garrafas PET Recicladas

E quando o assunto é a reciclagem e o aproveitamento de embalagens PET – material que demora até 800 anos  para se decompor na natureza -  o trabalho dessas famílias  se torna ainda mais importante  para a salvação do próprio planeta.   E para quem não sabe, centenas de empresas antenadas com a nova tendência mundial por produtos com apelo ambiental, já faturam alto produzindo principalmente tecidos a partir das embalagens  PET.

Como é possível essa transformação?

O PET ( polietileno tereftalato ) é um material  termoplástico, quer dizer, ele pode ser reprocessado diversas vezes pelo mesmo ou por outro processo de transformação.  E quando aquecido a temperaturas  adequadas,  esse material amolece, funde e pode ser novamente moldado.

E como  uma garrafa PET  pode ser transformada em roupa?

Bem, isso pode ser feito basicamente em três etapas.

1. Tudo começa com os catadores de lixo que recolhem as garrafas usadas, lavando-as e separando-as por cores. Em seguida, são retirados os rótulos e as tampas para que as embalagens passem por um processo de secagem. Então o PET é finalmente moído e reduzido a pequenos pedaços ( flocos ).

2. Nessa segunda etapa, é feita a fusão a uma temperatura de 300 graus, nesse momento também é realizada a filtragem e a retirada de impurezas. Na fábrica onde é feita a fibra, por exemplo, o processo de fusão é repetido a 300 graus e todo o material é passado por equipamentos que o separam em filamentos, resultando numa fibra cerca de 20% mais fina que o algodão.

3. Essa terceira e última etapa é a da estiragem, ou seja, nesse momento a fibra é transformada em fio.  A grande vantagem é que essa fibra pode ser tecida junto com algodão, e a roupa feita a partir dessa mistura é muito mais resistente e corre menos risco de desbotar, além de amassar menos que a roupa feita com 100% de algodão.

Portanto,  em tempos em que a moda é ser ecologicamente correto, quando compramos e usamos roupas feitas a partir de PET, estamos, acima de tudo, ajudando a salvar o planeta, contribuindo assim para um meio ambiente menos degradado.