Roma Antiga – Curiosidades

Roma

Roma

Os romanos foram os primeiros a cultivar as nozes no continente europeu, devido a fatores não somente gastronômicos, mas também a aspectos da cultura da época. Segundo eles, a árvore da qual se extraía o fruto era sagrada. Além disso, era considerado símbolo de abundância e prosperidade. Era dedicado a Júpiter, Deus romano do dia.

O ritual da Cena, banquete servido nos palácios em nome do prazer e da satisfação supérflua, terminava com o oferecimento de frutas secas, dentre as quais as nozes. As frutas eram consideradas os alimentos mais prazerosos do banquete, não apenas por seu sabor adocicado, mas também por ser portadoras de bom auspício.
Também a cerimônia de casamento, com a noiva que se prepara especialmente para a festa, iniciou-se com os romanos. O buquê, além de flores, era adornado com ervas e temperos, tal como o alho, símbolo de boas energias.

Em se tratando de vaidade, os romanos eram campeões. Os ricos tinham à disposição um barbeiro particular, e não deixavam a barba por fazer. As mulheres, por sua vez, utilizavam técnicas egípicias de maquiagem, banhos aromáticos, tingiam os cabelos e utilizavam roupas e jóias exuberantes.

O biquíni surgiu em Roma! Era usado para a prática de esportes e para banhos termais. Obviamente, não eram como os atuais, mas a idéia de um conjunto de duas peças que possibilitasse conforto e segurança ao movimentar, vem dos tempos da Roma Antiga.

Os romanos eram também exímios engenheiros. Pontes e estradas, tais como conhecemos hoje, vieram das construções da época romana.

Os gladiadores, servos e escravos que lutavam entre si até a morte em uma arena, eram responsáveis pela diversão do público romano. Isso porque para o Império, a população deveria se divertir e com isso, esquecer dos problemas sociais da época. Essa política é conhecida como pão e circo (panis et circus).

Se alguém tinha uma dívida, era melhor pagar, pois muitos credores, quando o devedor se achava circulando em uma rua mais movimentada, cobriam-lhe de insultos, cobrando a dívida.

Um grupo de arqueólogos da Grã-Bretanha analisou os excrementos encontrados sob os restos da cidade de Herculano. De acordo com a análise, algumas amostras levaram à conclusão de que os romanos se alimentavam de legumes e verduras. Entre os detritos, foram encontrados peças de cerâmica, moedas e até um anel de ouro.