Resenha do Filme “Jogos Vorazes”

Filme "Jogos Vorazes"

Filme “Jogos Vorazes”

“Que a sorte sempre esteja a seu favor…”

A mídia divulgou esse filme como baseado em séries livros de “teen”, algo como Crepúsculo e Percy Jackson. Então inicio tentando quebrar esse conceito. As questões que o filme relata são bastante moralista, não é somente uma história juvenil. É uma crítica visível ao sistema, ao idolatrismo e a violência. São adolecentes provenientes de distritos “dominados” que lutam até a morte pra satisfazer, simplesmente e sem motivos além, expectadores da capital.

Ok, conceitos quebrados, prosseguindo: Confesso que quando li a sinopse do filme achei um tanto surreal, 12 distritos que escolhe dois adolecentes cada e o lançam em um jogo onde quem vence é o que sobrevive, onde um matará o outro. A história é um tanto “sinistra”. Se trata de uma realidade alternativa. Mas a maneira como o filme trata essa história a torna bastante convincente, pois como falei há toda uma crítica entrelaçada. A jornada de Katniss Everdeen em participar de um jogo violento e se recusar a ser como os outros, mesmo custando sua própria sobrevivência é comovente. Katniss é uma personagem feminia forte e ,ainda sim, mantém sua sensibilidade. Ela permanece “humana” diante de uma realidade brutal. É bom lembrar que apesar do nome do filme “jogos vorazes” o filme relata mais a personalidade e compostura de Katniss diante daquilo do que a ação “voraz” em sim – o que achei aliás um ponto positivo.

Mesmo o romance do filme é bem colocado, distinguindo mais ainda de outros filmes teen. Um triangulo amoroso nada convencional onde um deles o público não sabe se o romance realmente está acontecendo ou se é, simplesmente, estrátegia de sobrevivência. Mesmo o rapaz sendo sem sal e nada cativante, a atuação de Jennifer Lawrence se sobrepõe e salva a dupla.

Enfim, o filme entretem e nos faz refletir. O enredo é bem trabalho e mesmo quem não leu o livro não se perde no filme. O figurino do povo da capital (me fez lembrar um pouco de Alice no País das Maravilhas) e a maquiagem são belíssimos. Também destaco a magnifica atuação de Stanley Tucci como o divertido Caesar Flickerman, um apresentador extremamente exagerado (não muito diferente dos que temos por aqui). E para a Jennifer Lawrence que mais uma vez surpeende a todos com sua interpretação sutil e natural. Ansiosa para assistir a continuação da Katniss.