Redução do Estômago. O Que é a Cirurgia Bariátrica?

Quem já passou a vida inteira lutando contra o excesso de peso, tentando várias dietas “milagrosas” ou tomando remédios, sabe o quanto é difícil controlar o peso. E esse controle é de suma importância, porque controlar o peso não é apenas uma questão de estética e aparência, é também uma questão de saúde, o que impede que a pessoa tenha doenças decorrentes da obesidade. Portanto, quanto mais estiver acima do peso, maior será o risco de um individuo desenvolver tais doenças e de ser vítima de uma morte prematura.

Segundo algumas pesquisas, no Brasil há quase 50 milhões de pessoas acima do peso, incluindo jovens e até crianças. E para muitos, a única solução para evitar a obesidade mórbida é a cirurgia bariátrica, que reduz o volume do estômago, diminuindo a sensação de fome, visando o emagrecimento.

Prós e  contras da cirurgia bariátrica

Mas é bom deixar bem claro que a cirurgia bariátrica é uma cirurgia como outra qualquer, que envolve vários riscos, e que os cuidados no  pré-operatório são realmente extensos. Primeiramente, quem se submete ao procedimento precisa estar dentro de certos parâmetros de índice de massa corporal. Além do mais,  é importantíssimo seguir à risca as recomendações médicas em relação ao procedimento escolhido para que não haja risco de complicações após a cirurgia. São, no mínimo, dois meses de exames físicos, consultas com especialistas, análises psicológicas, além de participação em grupos de apoio.

Tanto é verdade que quase 70% dos pacientes operados que não seguem as orientações médicas voltam a ganhar peso. Isso significa dizer que o ex-obeso vai precisar de acompanhamento médico por toda a vida – isso sem falar no apoio psicológico que também será importantíssimo depois da cirurgia. Afinal, ele terá que se habituar à sua nova vida depois da redução, e que incluirá também  mudanças referentes aos seus hábitos alimentares.

Apesar disso, os benefícios da cirurgia são bem maiores do que os eventuais problemas, e isso compensa qualquer sacrifício. A pessoa, por exemplo,  passa a levar uma vida mais saudável, fazendo coisas que jamais pensou em fazer de novo, como ir à praia, pegar um ônibus sem medo, fazer caminhadas como qualquer pessoa. E tudo isso com certeza a faz recuperar a sua autoestima.