Quando Bob Marley Veio ao Brasil

Bob Marley era um fã de futebol daqueles fervorosos e praticantes do esporte. Certa vez desembarcou no Brasil, em março de 1980, acompanhando de Junior Marvin (guitarista dos Wailers), Jacob Miller (vocalista do Inner Circle), Chirs Blackwell (diretor da Island Records) e a esposa de Blackwell, Nathalie.

Bob chegou ao país num jato particular, apesar de está acompanhado de músicos e produtores, Marley não fez nenhum show musical. A vinda ao Brasil foi marcada pela sua aparição na inauguração do selo Ariola.

Além de participar do evento formal, Bob queria conhecer o Rio de Janeiro. Seu único objetivo no Rio era jogar futebol, se você é  músico e quer jogar futebol, dirija-se à casa de Chico Buarque. Marley jogou no time de Chico ao lado de Toquinho e Paulo César Cajú. No outro time jogou Alceu Valença e Chicão (músico de Jorge Ben). Paulo César Cajú comentou o desempenho de Bob ao final da partida: “Foi um jogo curto. Tudo foi rápido, graças a Deus, porque o jogo foi horrível. Bob foi muito ruim. Ele simplesmente não poderia jogar. De 1 a 10 eu daria 1,5.”

Após o jogo, a visita continuou com a companhia de Moraes Moreira. “Nós jogamos futebol, fumamos alguns spliffs juntos e ele chegou a ir em um show meu, na festa de lançamento Ariola Brasil.” – Moraes. Bob ainda passou por Manaus, sua aeronave ficou retida para reabastecimento.

Como não trouxeram um conzinheiro para preparar a comida I-tal, a seguida pelos Rastafaris, Bob, Junior e Jacob se alimentaram apenas de sucos de frutas. Cada um deles bebeu 15 copos de suco.

A planejada turnê mundial não aconteceu. Jacob Miller (vocalista da Inner Circle) com quem Bob planejou a turnê, foi morto em um acidente de carro em Kingston. Quanto a Marley sua saúde foi se deteriorando e ele morreu em 1981.

Quem conheceu o rei do reggae costuma afirmar que seu temperamento calmo e sereno refletia em suas músicas e frases. E elas ganharam fama: as famosas frases de Bob Marley.