Quais São os Sintomas da Deficiência de Potássio?

O potássio é um dos minerais mais importantes para nossa saúde e está presente em todas as células do corpo humano. Em solução aquosa, como em nosso corpo, o potássio possui uma carga elétrica positiva e é um dos quatro principais eletrólitos do corpo, juntamente com o sódio, o cloreto e o bicarbonato. Como eletrólito, o potássio desempenha um papel crucial no equilíbrio da água para a manutenção da pressão sanguínea. O potássio também é importante para a função normal dos músculos e dos nervos, bem como para a condução de impulsos elétricos que controlam o batimento do coração. A fata de potássio no organismo, chamada hipocalemia, pode produzir uma variedade de sintomas, que variam em gravidade de acordo com o grau de deficiência.

Fraqueza muscular, espasmos, cólicas e tetania

Para que as células do músculo consigam se contrair, deve existir uma diferença nas concentrações intracelulares e extracelulares de potássio. Quando os níveis de potássio caem, esta diferença de concentração diminui e os músculos são incapazes de funcionar normalmente. Isso acarreta fadiga generalizada e uma variedade de sintomas, incluindo fraqueza muscular, espasmos, espasmos e cãibras. Em casos de extrema hipocalemia, os músculos podem entrar em um estado de contração involuntária chamada tetania.

Paralisia

Hipocalemia extrema pode fazer com que os músculos fiquem completamente moles, uma condição chamada paralisia flácida. É importante ressaltar que os músculos envolvidos na respiração também podem ser afetados pela paralisia hipocalêmica. A respiração pode ser lenta e superficial, ou pode parar completamente.

Rigidez muscular, dor e ternura

A deficiência grave de potássio não só prejudica a boa saúde das células musculares, como também pode danificá-las, fazendo com que seus conteúdos vazem – uma condição chamada rabdomiólise. Os sintomas incluem fraqueza profunda e rigidez muscular, dor e ternura.

Inchaço abdominal, dor e cólicas

Os músculos involuntários do estômago e intestinos também podem não funcionar bem quando o nível de potássio é muito baixo. Os sintomas incluem inchaço abdominal, dores e cãibras. A constipação também pode ocorrer. Na deficiência de potássio extrema, a atividade intestinal pode praticamente parar, uma condição chamada de íleo paralítico.

Palpitações cardíacas

As contrações rítmicas, coordenadas do coração são controladas por impulsos elétricos, que são transportados através do músculo do coração por um sistema de condução especializado. A hipocalemia pode perturbar este sistema de condução, causando anomalias do ritmo cardíaco. O sintoma mais comum é a palpitação do coração – uma sensação de que o coração está batendo muito rápido ou com muita dificuldade. Estas anomalias no ritmo do batimento podem resultar em uma parada cardíaca.

Tonturas e desmaios

A deficiência de potássio pode fazer com que os rins percam a capacidade de concentrar a urina. Como resultado, quantidades excessivas de água são perdidas pelo corpo, resultando na queda da pressão arterial. Isto pode causar sintomas de tonturas ou desmaios.

Micção frequente e sede extrema

Como mencionado anteriormente, a hipocalemia pode causar uma perda excessiva de água através dos rins. Micção frequente e sede excessiva são sintomas comuns quando a hipocalemia está ocorrendo há algum tempo.

Dormência e formigamento

A deficiência de potássio também faz com que os nervos trabalhem de forma anormal, o que pode causar dormência, formigamento ou sensação de queimação, especialmente nas mãos e nos pés.