Poker! Um Preconceito Quebrando Barreiras

Porque começar um post dizendo que poker é um preconceito que está quebrando barreiras?

Quando comecei a jogar poker em meados de 2005 ele não era tão conhecido como hoje. Tanto meus amigos como a familia viam o jogo com sendo um jogo de azar e pior ainda como um vício. Com o tempo as pessaos foram mudando e percebendo (ou não) que o poker é comprovado ser um jogo de estratégia e inteligência. Mas é claro que como no futebol. no vôlei, basquete, etc. Nem sempre o melhor vai vencer e as vezes é lógico que a sorte conta. Ou quem nunca viu um time de categoria inferior vencer um time superior e ser tratado como “sorte”?

World Series of Poker

O Poker funciona mais ou menos assim. Claro, que se você sabe jogar, você ganha. Mas as vezes a sorte estando ou não estando ao nosso lado vai influênciar com certeza. Um exemplo classico que eu utilizo muito para mostrar as pessoas a beleza do poker, basta vocês responderem para mim algumas das seguintes perguntas.

Se o poker é um jogo de azar porque sempre temos numa WSOP (Word Series of Poker) que é o maior campeonato mundial que alguem pode disputar, sempre os mesmos jogadores? Porque vários jogadores já venceram se não duas ou três vezes o WSOP? Será que eles tem tanta sorte assim? Então pq não jogam na loteria? Simples. Pelo fato que eles sabem jogar poker e não simplesmente utilizam sua sorte para serem campeões.

Num jogo de cassino, como a roleta, nós jogamos em um número, uma cor, um bloco de números, enfim o importante é que jogamos e esperamos que este número, cor ou bloco saia na roleta, onde a nossa habilidade de nada vale. No poker é diferente pois jogamos contra pessaos reais e que pensam como nós. Posso não ter jogo algum em minha mão e mesmo assim ganhar porque fui mais inteligente ou joguei de uma forma melhor que a dos outros!

Ao poucos em que vamos nos acostumando com o jogo, passamos a ter uma segurança e aprendemos a jogar da forma correta. Como o diz David Sklansky no seu livro The Theory of Poker, “O importante não é o que você tem na mão e sim o que seu adversário acha que você tem!”. Dessa forma o seu jogo se aprimora e você aprende que diversas situações não vence quem tem o melhor jogo e sim quem convence o adversário que tem o melhor jogo!