Papel da Web TV na Cobertura dos Protestos

Protestos pelo Brasil

Protestos pelo Brasil

Papel da web TV na cobertura dos protestos: Enquanto carros de link da TV eram queimados e jornalistas eram expulsos da rua, a web TV ganhou espaço na cobertura jornalística.

Protestos pelo Brasil revelam a web TV

Os movimentos sociais que abalaram o Brasil nomes de junho de 2013 colocaram a imprensa em prova. Atualmente a internet e a mídia digital são exaltadas como as formas mais rápidas de informação, mas as notícias estavam pipocando por todo o pais durante os protestos, fazendo com que as mídias mais rápidas parecessem muito lentas. Nesse ambiente efervescente borbulhou a web TV.

Jornais impressos tradicionais designaram equipes jornalísticas especialmente para produzir conteúdos a partir de celulares, com jornalistas infiltrados entre os manifestantes, enquanto que veículos de link da TV eram queimados e jornalistas das grandes emissoras eram rechaçados. A web TV ganhou espaço pela velocidade, simplicidade, interatividade e quase anonimato, com os comentários dos manifestantes ao lado do comentário dos clientes, logo abaixo.

As mídias sociais, como as páginas de relacionamento, tiveram seus nomes estampados nos cartazes pelas ruas. Na verdade, os movimentos sociais de junho fizeram história e mudaram a forma de fazer política e fazer jornalismo no Brasil. De quebra, consolidaram a web TV como estratégia eficiente de comunicação.

Entende-se como web TV toda forma de transmissão de imagens de TV pela internet, seja ao vivo ou de forma gravada. Agrade vantagem é a possibilidade de assistir uma, duas ou mais vezes e comentar depois com os amigos, em muitos casos, podendo até mesmo baixar o conteúdo e levar para uma sala de aula para discussão. Tudo que se espera da TV do futuro está presente na web TV: presença, rapidez, interatividade, simplicidade, integração, convergência comas demais mídias.

A web TV não compete como jornal impresso ou com a TV convencional: integra-se e complementa. É um braço importante das demais mídias ao alcance do cliente, de forma gratuita, como um bônus, apresentando um outro lado da notícia. A web TV está ganhando tanto espaço por ser acessível, simples e barata. Custa muito pouco produzir uma notícia, editar e disponibilizar na internet. Depois disso, o cliente se encarrega de buscar, assistir e interagir, deixando seu comentário.

Por isso, quem deseja mais informação, interagindo a notícia com a fonte da notícia, dialogando jornalista e público, basta procurar na internet pelas web TVs.