Os Vínculos entre Sustentabilidade, Saneamento e Saúde

Muito bem, temos aqui três “esses” que se relacionam entre si, formando vários tipos de vínculos. Os “esses” de que estamos falando são:

  1. “Esse” de Sustentabilidade;
  2. “Esse” de Saneamento;
  3. “Esse” de Saúde.

Antes de prosseguir, vamos às definições de cada um deles:

Sustentabilidade

“Suprir as necessidades da geração presente sem afetar a habilidade das gerações futuras de suprir as suas” – Relatório de Brundtland

Saneamento

“O conjunto de ações técnicas e socioeconômicas, entendidas fundamentalmente como de saúde pública, tendo por objetivo alcançar níveis crescentes de salubridade ambiental, compreendendo o abastecimento de água em quantidade e dentro dos padrões de potabilidade vigentes, o manejo de esgotos sanitários, resíduos sólidos e emissões atmosféricas, a drenagem de águas pluviais, o controle ambiental de vetores e reservatórios de doenças, a promoção sanitária e o controle ambiental do uso e ocupação do solo e prevenção e controle do excesso de ruídos, tendo como finalidade promover e melhorar as condições de vida urbana e rural” – Secretaria Nacional de Saneamento Ambiental

Saúde

“Saúde é um estado de completo bem-estar físico, mental e social, e não apenas a ausência de doenças” – Organização Mundial de Saúde

Como podemos observar, existe uma relação direta entre saneamento e saúde, posto que, inúmeras vezes, a saúde depende do saneamento. Mas também existe uma relação desses dois com a sustentabilidade, como poderemos observar adiante.

Um exemplo disso é quando as galerias pluviais entopem com lixo descartado nas vias públicas. Essa é uma situação que pode causar uma enchente nos períodos das chuvas. O contato humano com as águas das inundações provoca inúmeras doenças. Mas sabemos que o lixo descartado nas ruas representa um desperdício de recursos, já que boa parte desses resíduos poderia ser encaminhado para a reciclagem.

Ainda que empresas especializadas se esforcem para realizar o desentupimento das galerias pluviais e, dessa forma, resolver um problema de saneamento e um bocado de problemas de saúde, ainda ficará faltando resolver o problema de sustentabilidade que diz respeito à reciclagem, ao reuso de recursos naturais como forma de preservação.

Enfim, este é um pequeno exemplo de como os três “esses” da sustentabilidade, da saúde e do saneamento se relacionam.