OAB Escuta apelo de Candidatos e diminui Questões de sua Prova

Estão abertas às inscrições para o exame da OAB (Ordem dos Advogados do Brasil). Assim como na última edição de 2010, quando 104 mil estudantes fizeram a primeira fase da prova, este ano são esperados mais de 150 mil candidatos. Entretanto haverá uma importante mudança no conteúdo, a quantidade de questões diminuirá a pedido dos alunos, passando de 100 para 80, informa a instituição.

OAB Diminui número de questões da prova

OAB Diminui número de questões da prova

“A OAB justifica a redução do número de questões por conta da reclamação dos candidatos face ao pouco tempo para fazer a prova”, relata o advogado Maurício Gieseiler.

Para exercer a profissão não basta apenas fazer uma Faculdade de Direito, mas também ser aprovado no Exame de Ordem. Muitos candidatos avaliam que o nível de dificuldade do teste vem aumentando com os anos. Para se ter uma idéia, em 2010 a reprovação chegou a quase 90%.

“Sou a favor da prova, só acho que o grau de dificuldade poderia ser reavaliado. Eles exigem demais para pessoas recém-formadas. Mas acredito que diminuir as questões já é um começo. Assim teremos um pouco mais de tempo para resolver cada uma delas”, comenta a estudante Vanessa Machado.

Alguns profissionais que não aprovam o exame lutam por sua extinção. Entretanto até o momento não obtiveram sucesso. Em março, por exemplo, a Comissão de Constituição de Justiça (CCJ) do Senado rejeitou por unanimidade a proposta de considerar o diploma de curso superior como comprovante de qualificação. Um dos motivos para denegar o projeto é a alegação da baixa qualidade do ensino jurídico no Brasil.

“Acho muito importante que se faça o exame, já que temos uma grande quantidade de universidades no país sem o mínimo de qualificação. Esta acaba sendo uma maneira de ver se o formando está capacitado ou não a exercer a profissão”.

De acordo com o presidente da OAB, Ophir Cavalcante, atualmente há 1,3 milhões de bacharéis em direito no país sem inscrição na Ordem dos Advogados. E apenas 700 mil profissionais estão aptos a advogar.

Exame da OAB

O exame é realizado todos os anos em três edições, cada uma com duas fases. A taxa de inscrição é de R$ 200 e a prova organizada pela Fundação Getúlio Vargas.

Este ano as mudanças não ficaram apenas na diminuição das questões, os presidentes das OABs mantiveram o direito do estudante de realizar o Exame de Ordem ainda no 9º ou 10º período do curso, além de incluir na prova perguntas de Direitos Humanos.

As inscrições podem ser feitas pela internet através do site da Ordem dos Advogados do Brasil até dia 25 de junho. A prova objetiva está marcada para 17 de julho e a prova subjetiva, 21 de agosto.

Apenas os candidatos que são aprovados garantem o certificado e o direito de exercer a profissão de advogado.