O suicídio, Jesus Cristo e a Palavra de Deus

De acordo com uma edição de 2008 do boletim diário da ONU, o número de suicídios em todo o mundo cresceu em 60% nos últimos 45 anos. Esta informação é baseada em estudos da Organização Mundial da Saúde (OMS) e mostra que cerca de 3 mil pessoas se suicidam por dia e 60 mil tentam, mas não conseguem. O caso é tão grave que ele aparece entre as três principais causas de morte entre pessoas de 25 a 44 anos.

O quadro é ainda mais triste quando nos deparamos com a verdade bíblica que diz que logo após a morte vem o juizo, ou seja, uma pessoa que comete suicídio estaria tirando com as próprias mãos a oportunidade que teria de em vida arrepender-se de seus pecados e ser salvo por Jesus Cristo. Mas ao tirar a vida, tiram deles mesmo esta maravilhosa oportunidade que Deus nos deu e que deve ser exercida aqui, enquanto vivermos.

A Bíblia, a palavra de Deus, mostra com muita clareza o sofrimento e as aflições que muitas pessoas viveram e que buscaram em Deus a solução e não na morte. Diante disso, encorajamos aqueles que pensam em suicídio a deixar de lado esta ideia e buscar em Deus e na sua palavra, o consolo que tanto necessitam.

Deus é o senhor da vida e a ele, e apenas a ele cabe a decisão da hora de nossa partida. O suicídio é uma violência contra a vida, deixa uma marca para sempre nos amigos e familiares e jamais resolverá os problemas que apenas Deus é capaz de resolver. Pense nisso!